EXPOITA

EXPOITA

Frigobom da Av, Ilhéus

Frigobom  da Av, Ilhéus

EXPOITA 2017

EXPOITA 2017

Adsense

DIVINO FOGÃO ITABUNA

DIVINO FOGÃO ITABUNA



Operação Páscoa 2016 está de olho em produtos típicos da Semana Santa


Fiscais da Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-BA), Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro) e representantes da Delegacia do Consumidor (Decon) visitaram, nesta quarta-feira (9), alguns estabelecimentos de Salvador na segunda fase da Operação Páscoa 2016. O trabalho visa fiscalizar principalmente ovos de páscoa, peixes e alimentos que fazem parte da ceia da Semana Santa.

 
Durante a operação, os fiscais do Procon verificam validade, precificação e ausência de informação, enquanto os do Ibametro observam o peso dos produtos. Ao visitar um supermercado nesta quarta, os fiscais do Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade apreenderam alimentos - farinha de mandioca e leite de coco - porque na pesagem os números não confirmavam os da embalagem. 


“Além do peso dos produtos, no caso dos pescados, congelados e ovos de páscoa, a gente verifica os brindes [brinquedos oferecidos] nos ovos, se eles têm o selo do Inmetro, se não vai trazer nenhum tipo de problema a quem manusear”, detalha o diretor-geral do Ibametro, Randerson Leal. 

Pesquisa de preços

Na primeira fase da operação, o Procon realizou pesquisa de preços dos ovos de chocolate para ajudar ao consumidor na hora da compra. O órgão vai lançar, nesta quinta (10), uma planilha com informações coletadas durante a fiscalização.

“Os preços, o peso e a marca dos chocolates foram verificados. Com essa pesquisa, o consumidor vai poder [escolher o] produto [...] e ter a garantia de um preço satisfatório, economia e comodidade”, explica o diretor de Fiscalização do Procon-BA, Iratan Vilas Boas.

As fiscalizações têm apoio da Delegacia do Consumidor (Decon). A delegada Idalina Otero explica que o papel do órgão é fiscalizar produtos expostos e vendidos em condições inadequadas. “A Decon investiga crimes previstos na Lei 8.137”. De acordo com ela, essa lei considera crime a comercialização de produtos impróprios ao uso e consumo”. 

A operação segue até sexta-feira (11) podendo se estender. Os consumidores que encontrarem alguma irregularidade pode fazer denúncia à central do Ibametro, por meio do telefone 0800 071 1888, ou pelo e-mail denuncia.procon@sjdhds.ba.gov.br. Os estabelecimentos onde forem encontradas irregularidades serão autuados e responderão a processo administrativo, podendo ocorrer aplicação de multa. 

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito