CAMP. CÂMARA - 2017

CAMP. CÂMARA - 2017

DIVINO FOGÃO DE ITABUNA

Adsense




Programa Primeiro Emprego contempla 42 jovens de Ilhéus e Itabuna


Os 42 jovens contemplados pelo Programa Primeiro Emprego, do Governo do Estado, nas cidades de Itabuna e Ilhéus, na região Sul da Bahia, tiveram um dia especial, nesta sexta-feira (20). É que eles – recém-formados em cursos técnicos pela rede estadual da Educação Profissional – tiveram suas Carteiras de Trabalho assinadas,


 durante o Seminário Integrado de Acolhimento do Programa Primeiro Emprego, realizado na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).


Do total, 21 técnicos irão trabalhar na UESC, 14 nas escolas públicas estaduais e no Núcleo Regional de Educação (NRE 5), em Itabuna, e sete em setores ligados à Secretaria de Segurança Pública do Estado. A técnica em Logística, formada pelo Centro Estadual Educacional Profissional (CEEP) em Logística, Transporte e Produção Industrial, de Ilhéus, Caroline Guedes, 20 anos, é um dos jovens que irão atuar na Secretaria da Educação do Estado. “É o meu primeiro emprego e isto significa o primeiro passo para a busca do meu sucesso profissional e de uma qualidade de vida para alcançar os meus objetivos futuros, como por exemplo entrar para uma faculdade de Engenharia de Produção ou de Administração”, comenta.

Adriele Santos, 25 anos, também formada pelo CEEP de Ilhéus em Logística está igualmente entusiasmada com a oportunidade do primeiro emprego. Ela, que será locada no Segundo Batalhão da Polícia Militar, de Ilhéus, órgão pertencente à Secretaria de Segurança Pública, acredita que a oportunidade de participar do programa abrirá muitas portas na sua vida profissional. “Estou muito feliz porque, além de receber uma remuneração, vou ganhar experiência para os futuros empregos que terei ao longo da minha carreira”, comemora.

Durante o seminário, os técnicos conheceram mais detalhadamente sobre os benefícios do Programa Primeiro Emprego, do Governo do Estado, que, este ano, convocou 383 pessoas. Até 2018, o programa irá oferecer nove mil vagas. Ainda no evento, houve a assinatura do Termo de Anuência entre a UESC e a Fundação Luiz Eduardo Magalhães (FLEM), para a execução do programa na região.

De acordo com a coordenadora do programa na FLEM, Ana Gleise Souza, os técnicos terão todos os direitos trabalhistas garantidos, além da bolsa de um salário mínimo, carteira assinada, ticket-refeição, vale-transporte e, caso tenham interesse, podem se associar ao Planserv (Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais). No Estado, o contrato tem duração de 24 meses.

Seminários – Outros quatro Seminários de Acolhimento do Programa Primeiro Emprego já foram realizados em diferentes regiões do Estado. Nos dias 28/12 e 6/1, o evento aconteceu, respectivamente, nas sedes das Secretarias de Segurança Pública e da Educação. No dia 11/1 foi na Universidade Estadual da Bahia (UNEB), no campus de Jequié, e no último dia 18/1 na Universidade Estadual do Sudoeste Baiano (UESB). Os seminários têm como objetivo contratar, alocar e acolher os egressos da Educação Profissional.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito