CAMP. CÂMARA - 2017

CAMP. CÂMARA - 2017

DIVINO FOGÃO DE ITABUNA

Adsense




Itabuna- 13 de Maio dia D para Vacinação Influenza A (H1N1)


A Secretaria Municipal de Saúde já está com estrutura e equipes de trabalho preparadas para o Dia D de imunização contra a gripe - Influenza A (H1N1), que acontecerá no próximo sábado, dia 13 em todo o país. Em Itabuna, a dose da vacinação poderá ser tomada em qualquer uma das unidades de saúde que funcionará das 7h30min às 15 horas.

Poderão receber a dose da vacina crianças menores de cinco anos, gestantes a partir do 3º mês, puérperas (mulheres a partir dos 45 dias de ter dado à luz), idosos com mais de 60 anos, pessoas vítimas de doença renal crônica, diabéticos, hipertensos, etc. A coordenadora da Rede de Frio, Camila Brito informou que este ano a novidade é que os trabalhadores do sistema prisional, prisioneiros e adolescentes que estão sob medidas socioeducativas foram incluídos para a imunização.
Para atingir a meta de vacinação de 90% do público alvo estipulada pelo Ministério da Saúde, a SMS de Itabuna começou a imunização no dia 17 do mês passado, antecipando o dia de mobilização nacional. Para agilizar o trabalho a coordenação montou estratégia para vacinar os grupos prioritários por semana.     
Os primeiros grupos a receberem a dose foram os trabalhadores da saúde, crianças menores de cinco anos, gestantes, idosos, professores, jovens que cumprem medidas socioeducativas e prisioneiros.  Desde a última segunda feira estão sendo imunizados portadores de comorbidades. No sábado devem ser imunizados todos os públicos.
Apesar de todo o esforço da SMS em disponibilizar a vacina com bastante antecedência, Camila informou que a procura foi baixa e alerta para a importância da imunização. “As pessoas precisam se conscientizem que a vacina, além de gratuita, é um meio eficaz para evitar o vírus da gripe, e por consequência outros tipos de doença, como a pneumonia, por exemplo”.
A secretária de Saúde de Itabuna, Lísias São Mateus, além de reforçar a importância da imunização, explicou que a vacina não causa gripe. “Se houver alguma reação, o que é raro, pode ser por um pequeno desconforto no local da aplicação, mas os benefícios da imunização, são incontáveis”, reforçou.
         Lísias diz ainda que mesmo quem tomou a dose da vacina no ano passado precisa tomar novamente este ano, porque não existem mais anticorpos suficientes para combater o vírus da gripe. Ela lembra que a proposta do Ministério da Saúde é evitar possíveis internações hospitalares causadas por infecções, “e a vacina é uma arma poderosa capaz de combater o vírus e evitar complicações mais serias”.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito