CAMP. CÂMARA - 2017

CAMP. CÂMARA - 2017

DIVINO FOGÃO DE ITABUNA

Adsense




ADASB sai otimista de reunião com representantes do Governo da Bahia


O diretor da ADASB, Luiz Hage Rebouças, saiu otimista das reuniões em que ele participou esta semana em Salvador, com representantes do Governo da Bahia, especificamente na Secretaria Estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, para tratar das demandas dos produtores que terão dificuldades de acesso e iluminação nas propriedades que serão afetadas após o período de inundação da Barragem Rio Colônia/Itapé. 



Eles entregaram documento para protocolo na Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), em que pontuam as demandas dos associados da ADASB e demais atingidos pela barragem.
“Entre as demandas, uso de água para irrigação, energia elétrica ao longo das margens do lago, acesso às propriedades, entre outros pontos”, ressaltou Winston Fontes, associado da ADASB que possui propriedade na área da Barragem Rio Colônia. O diretor Luiz Hage completa lembrando que durante reunião os superintendentes Saulo Pontes (Infraestrutura de Transporte), e Celso Rodrigues (Energia), disseram desconhecer a existência de Sedes de Fazendas entre a nova rodovia BA120 e o lago que resultará da Barragem do Rio Colônia.
“Fizemos eles entenderem essa condição e foi acionado o Departamento de Campo, na pessoa do Sr.  Hemyson Castro, que esteve conosco na Adasb recentemente. Ele ficou encarregado de levar todas as demandas dos atingidos pela Barragem para uma reunião na terça-feira, dia 22,  e em seguida iniciar a resolução dos problemas pontuados”, informa.
E completa: “Dr. Celso Rodrigues nos tranquilizou no sentido de que as fazendas que tem rede elétrica, continuarão a ter toda a rede, inclusive em alguns casos com melhoras de oferta e modernização. Também solicitou um pedido oficial da ADASB para um reforço na rede que é a mais antiga daquele setor”. A expectativa é de que as obras de energia comecem assim que as obra do desvio avancem mais um pouco.
Já sobre as demandas das questões ligadas à irrigação, a expectativa é de que o grupo retorne à Salvador em um outro momento para uma audiência com o Secretário Cássio Peixoto (Recursos Hídricos) e representantes do Inema, para tratar sobre esse assunto específico. “Eles também desconheciam nossas demandas nesse seguimento!”, finaliza o diretor Luiz Hage.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito