CAMP. CÂMARA - 2017

CAMP. CÂMARA - 2017

DIVINO FOGÃO DE ITABUNA

Adsense




ADASB vai à Salvador buscar soluções para fazendas que estão na área da Barragem Rio Colônia

Diretores da Associação dos Agropecuaristas do Sul da Bahia (ADASB) foram recebidos em audiência esta semana, em Salvador, por representantes do Governo da Bahia, por intermédio de um deputado estadual, para esclarecer dúvidas e encontrar soluções para problemas que poderão surgir em algumas propriedades após a inundação da Barragem Rio Colônia/Itapé, cujas obras estão em fase de conclusão.


O médico veterinário Luiz Hage Rebouças e o pecuarista Winston Fontes, ambos da ADASB, foram recebidos na Secretaria Estadual de Infraestrutura da Bahia, pelo superintendente de Infraestrutura de Transporte, Saulo Pontes, e pelo Superintendente de Energia e Comunicações, Celso Rodrigues. Na oportunidade, os representantes da ADASB apresentaram as reivindicações dos produtores que poderão ser afetados no período pós-inundação no que diz respeito a acesso e eletrificação.
         Luiz Hage Rebouças, que é Conselheiro da Diretoria da ADASB,  lembra que um novo trecho de 37,5 quilômetros da BA-120 está sendo construído, mas algumas propriedades não serão beneficiadas e ficarão sem acesso, por se encontrarem em pontos distantes deste novo trecho. “Nossa preocupação é que as propriedades tenham acesso à estrada para escoar a produção e as rodovias vicinais tenham condições de tráfego de veículos pesados”. 
         O superintendente de Infraestrutura de Transporte, Saulo Pontes, afirmou que os últimos ajustes estão terminando para atender todos os produtores. Já o Superintendente de Energia, Celso Rodrigues, garantiu que em relação à eletrificação, os produtores atendidos atualmente pela COELBA serão 100% contemplados. “O projeto tem custo de R$ 2,8 milhões, e a nova rede vai ser deslocada para a nova estrada e o circuito não será mais monofásico”, informou, acrescentando que a previsão para o início das obras da rede elétrica, que vai ocorrer na faixa da nova estrada, é para o mês de setembro. Os secretários Marcus Cavalcanti (Infraestrutura) e Cássio Peixoto (Recursos Hídricos), juntamente com os superintendentes Celso Rodrigues e Saulo Pontes “são competentes e possuem sensibilidade para sanar os problemas apresentados”.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito