CAMP. CÂMARA - 2017

CAMP. CÂMARA - 2017

DIVINO FOGÃO DE ITABUNA

Adsense




Presidente do Sebrae Nacional fala sobre mudanças no Simples

Imagem inline 1
Os Microempreendedores Individuais (MEI) poderão faturar mais a partir de 2018 sem precisar migrar para uma outra categoria. O limite anual de faturamento vai passar de R$ 60 mil para R$ 81 mil. 



Para falar sobre este assunto e sobre as conquistas provocadas pelo Simples, regime tributário diferenciado para pequenas empresa, o presidente do Sebrae Nacional, Guilherme Afif Domingos, faz palestra na próxima terça-feira (31), às 17h, na Associação Comercial da Bahia. A medida de aumento de faturamento do MEI vai beneficiar os mais de 7 milhões de empreendedores registrados no Brasil, sendo mais de 430 mil só na Bahia.
 
O evento acontece em comemoração aos 45 anos do Sebrae. A força dos pequenos negócios para a economia brasileira será o tema principal da palestra. As micro e pequenas empresas representam 98,5% dos empreendimentos brasileiros. São 12,4 milhões de negócios, responsáveis por 54% dos empregos formais e por 44% da massa salarial. Na Bahia, são 695 mil pequenos negócios que empregam mais da metade dos trabalhadores do estado.
 
No mês de setembro, segundo levantamento do Sebrae com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), fornecido pelo Ministério do Trabalho, os pequenos negócios registraram criação líquida de 51,2 mil vagas com carteira assinada, e a Bahia foi o quinto estado que mais gerou empregos entre as micro e pequenas empresas. O setor de serviços foi o que mais contratou entre as MPE baianas, com um saldo líquido de 1.358 empregos gerados. Em seguida, destacaram-se os setores de construção civil (1.019) e comércio (662).
 
Além do MEI, empresas de micro e pequeno porte também vão ter um limite maior de faturamento a partir de 2018. A microempresa, que atualmente tem limite anual de R$ 360 mil, passará a poder faturar R$ 900 mil por ano. Já o faturamento anual de pequenas empresas vai passar de R$ 3,6 milhões para R$ 4,8 milhões.
 

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito