i

i

cm

cm

Adsense




Emasa realiza curso de Libras em parceria com o Sesi-Senai

   

     Dando continuidade ao projeto de qualificação e capacitação dos seus funcionários, a Emasa firmou parceria com o  Sesi-Senai,  e quinze dos seus trabalhadores da área de atendimento ao público foram contemplados com a realização do Curso Básico de Libras, ministrado pela professora Ana Paula Souza Santos, graduanda em Letras-Libras, pala Faculdade Unialsselv.


           O curso de comunicação através de sinais, que  possibilita a  inclusão dos surdos na nossa sociedade, aconteceu no período de 8 a 19 de janeiro, na sede do Sesi-Senai, que fica na margem da BR 415,  trecho Ilhéus x  Itabuna, no município de Ilhéus.


           A professora Ana Paula, iniciou o curso informando que em 1857, foi criado o INES,  Instituto Nacional de Educação dos Surdos do Brasil, que hoje é uma faculdade. Ela citou que em 2005 foi criada a lei que torna obrigatória no Brasil a inserção de Libras no curso de professores, e que  em 2010, uma outra lei passou a exigir a presença de interpretes em salas de aula, abrindo espaço para a inclusão de surdos.
           Já o presidente da Emasa, Jader Guedes destacou ter consciência que é dever dos governantes e da sociedade em geral capacitar pessoas do setor de atendimento ao público, para atender a todos indistintamente, e que possa haver também a comunicação direta com os surdos, porque  eles tem direitos garantidos  na Constituição Brasileira, e uma empresa do porte da Emasa, que trabalha diretamente com as pessoas realmente precisava ter este tipo de iniciativa.
           No encerramento do Curso Básico de Libras, funcionários da Emasa que disseram  estar muito agradecidos à diretoria da empresa pela oportunidade de  adquirir mais este conhecimento em suas vidas. O diretor administrativo Luiz Ferreira, que esteve presente e representou a diretoria, agradeceu ao Sesi-Senai, pela parceria com a Emasa e parabenizou os alunos.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito