CAMP. CÂMARA - 2017

CAMP. CÂMARA - 2017

DIVINO FOGÃO DE ITABUNA

Adsense




Itabuna- Prefeitura já retirou 6 mil toneladas de baronesas do Cachoeira


A Prefeitura de Itabuna deve concluir, no prazo de 10 dias, a operação iniciada no dia 13 de fevereiro para a retirada de baronesas e toneladas de lixo do Rio Cachoeira, numa área de mais de 20 mil metros quadrados, entre as pontes Miguel Calmon (Marabá) e Francisco Lacerda (mais conhecida como São Caetano). O trabalho das equipes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur) será concluído com a retirada das 100 toneladas ainda restantes do material.



Para acelerar o processo de retirada do lixo e das plantas aquáticas, a Sedur aumentou o número de caçambas contratadas de seis para nove veículos. Além disso, na limpeza de parte do Rio Cachoeira estão sendo usados dois guinchos, uma escavadeira hidráulica, duas pequenas embarcações, uma retroescavadeira e uma equipe de 15 homens no procedimento que é feito por etapas.
Na primeira, os barcos deslocam o material até as margens do rio. Após a secagem (desidratação) por um período entre dois e cinco dias, as plantas aquáticas e o lixo são removidos pelas caçambas, sendo tudo carregado para o aterro sanitário. A remoção pela Sedur se dá no período noturno, para evitar transtornos ao tráfego de veículos na Avenida Fernando Cordier e no centro da cidade.    

MUITO LIXO

O chefe de Gabinete da Sedur, Emanoel Alves Júnior, explica que todo processo é bastante cuidadoso e requer muita habilidade dos trabalhadores.  “O cuidado é redobrado por causa da dificuldade de acesso ao local de onde o material é retirado do leito do rio. A preocupação é ainda maior também para evitar danos ao meio ambiente”, diz.
De acordo com Emanoel Júnior, a operação deveria ter sido concluída nesta semana, mas foi necessário mais tempo, porque nos últimos dias, em função das chuvas, tem descido grandes volumes de baronesas e lixo. 
O chefe de Gabinete da Sedur reforço o pedido para que as pessoas evitem descartar lixo no leito ou nas margens do Rio Cachoeira ou nas ruas, pois as chuvas terminam carreando o material para o corpo d’água. “Somente na primeira etapa foram retirados mais de 100 sacos de 100 litros de garrafas, copos e plásticos do leito do rio”, comentou.
Os operários da Sedur também retiraram dezenas de sucatas de geladeiras, sofás, camas, vasos sanitários e colchões do leito do Cachoeira. Segundo Emanoel Júnior, o trabalho que está sendo feito pela Prefeitura de Itabuna, além de contribuir para diminuir o mau cheiro, que exala do rio, alcançando o centro e alguns bairros da cidade, vai possibilitar que, caso as chuvas previstas para os próximos dias caiam, novas quantidades de baronesas e lixo provenientes das cabeceiras não fiquem mais retidas no rio, trecho entre as pontes do Marabá e do São Caetano.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito