CAMP. CÂMARA - 2017

CAMP. CÂMARA - 2017

DIVINO FOGÃO DE ITABUNA

Adsense




Transferência da gestão da água de Itabuna para o Estado avança com convênio


O processo de transferência da administração dos serviços de água e esgoto de Itabuna para o Governo do Bahia teve um avanço importante nesta segunda-feira (25), com o acerto dos últimos detalhes para a firmação de convênio entre Estado e Município. O assunto foi discutido pelo governador Rui Costa em reunião com o prefeito Claudevane Leite e o presidente da Embasa, Rogério Cedraz, no prédio da Governadoria, em Salvador. 


“Esta é uma excelente notícia para o povo de Itabuna. O prefeito está levando as cópias dos documentos que precisam ser ratificados pela Câmara de Vereadores do município, para que a gente assine o contrato de transferência e comece a resolver os problemas de falta de água e saneamento da região. A população já convive com a escassez há anos e o Governo do Estado já se mobiliza para intervir”, explica Rui. 

A formação do convênio será analisada e votada na Câmara de Vereadores de Itabuna em caráter de urgência. Em caso de aprovação, um plano de trabalho, envolvendo ações, prazos e investimentos, vai ser construído e executado imediatamente na região. De acordo com o presidente da Embasa, a gestão estadual possui mais recursos para promover medidas efetivas no combate à escassez. 

“Os serviços de água e saneamento eram administrados pelo município, por meio da Emasa, e estão caminhando para ser transferidos para a Embasa, uma empresa que atua em todo o estado em termos de tecnologia. A transferência foi pensada justamente porque o Governo do Estado tem mais verba que o município para resolver a situação em caráter mais dinâmico, levando em conta a problemática”, ressalta Cedraz. 

A informação já havia sido antecipada pelo governador em visita à região, na última semana, quando vistoriou as obras da Barragem do Rio Colônia. Com a previsão de conclusão para o segundo semestre de 2017, o equipamento garantirá o abastecimento regular de água tratada para mais de 350 mil moradores.

“A gente perdeu 97% das nossas principais fontes de captação. O município está realmente precisando desta imensa contribuição do Estado, que já vem ajudando. Sem dúvida, a firmação do convênio e a transferência da gestão da água vai impactar numa melhor condição de vida para os moradores de Itabuna”, enfatiza o prefeito de Itabuna, Claudevane leite. 

Sobre esgotamento sanitário, o Governo do Estado ressalta que é prioritária a necessidade de colocar Itabuna no mesmo patamar de outras cidades da Bahia do mesmo porte, como Jequié, que tem mais de 70% de rede de esgoto instalada, e Vitória da Conquista, que passa de 80% de rede de esgoto. 

Como medida de emergência, o Estado também autorizou a Embasa a adquirir um dessalinizador, que custa R$ 3 milhões, para o abastecimento da cidade de Itabuna até o ano que vem, quando a população vai contar com a água acumulada na Barragem do Rio Colônia.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito