i

i

J M

J M

cm

cm

Adsense




Vane diz que FELITA promove a cultura e as artes em Itabuna

O prefeito de Itabuna, Claudevane Moreira Leite, disse que a Festa Literária de Itabuna (FELITA), cuja terceira edição acontece no Centro de Cultura Adonias Filho, promove a cultura e as artes em Itabuna, além de estimular as pessoas a ler mais. Vane prestigiou a abertura do evento e destacou a importância de se realizar uma festa com caráter de valorização e incentivo do livro e da leitura.



“Nossa cidade já figurou entre as mais violentas do Brasil e, hoje, com uma atitude de compromisso e seriedade, estamos oportunizando aos jovens programas eficientes de proteção e que buscam distanciá-los das situações de perigo. A FELITA é uma dessas ações e esperamos que se concretize cada vez mais no calendário cultural do município e do Estado da Bahia”, disse o prefeito de Itabuna.


Promovida pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), a FELITA teve na noite de abertura na terça-feira , dia 30, palestra da professora Marluce Del Pomo que fez um retrospecto da história da FICC que neste ano comemora 15 anos de existência. Também falou sobre como essa comemoração se relaciona com o tema da FELITA 2016, cuja temática é “A Literatura como Rito de Passagem”, citando ainda a predisposição de alcançar, especialmente, o público jovem.

LOTADO


Na abertura, os expectadores e visitantes foram recepcionados ainda no foyer principal do Centro de Cultura com uma apresentação da Banda Municipal Falcões. Já o Grupo de Teatro da FICC fez numa intervenção proposta pelo diretor de teatro Marquinhos Nô compondo uma série de situações que passeiam pelo imaginário da literatura regional. Entre as encenações, chamou a atenção um grupo de atrizes que interpretaram lavadeiras na beira de um rio.


Na Sala Principal do Centro de Cultura Adonias Filho os 15 anos da FICC e o tema da festa foram destacados com a apresentação da “Valsa dos 15 Anos”, numa composição coreográfica montada pelos professores de dança da Casa das Artes, bastante elogiada.

            A diretora-presidente da FICC, professora Nilmecy Gonçalves, fez a abertura oficial, dando boas-vindas aos visitantes, agradecendo aos seus colaboradores, aos integrantes das equipes de trabalhos e às empresas que estão contribuindo para realização da festa. Além disso, fez ainda uma bonita homenagem aos ex-presidentes da Fundação, a exemplo de Sandra Ramalho, que recebeu uma placa comemorativa. Já o ex-presidente Flávio Simões Costa (in memoriam), esteve representado pelo seu filho Ricardo Costa Simões.
           
            PROGRAMAÇÃO


Estrelado pelo ator e apresentador de TV Jackson Costa, o espetáculo principal da noite “Sarau do Poeta”, contou com performances poéticas e muita música regional. O ator interagiu com o público, fez homenagens aos grandes atores da região e ainda dividiu o palco com o seu irmão, Jan Costa, que, entre as canções interpretadas, emocionou com uma releitura do clássico “O Cio da Terra”.
            O curador da FELITA, Gustavo Felicíssimo, considerou que a noite de abertura foi muito positiva. “Superamos as nossas expectativas, o teatro estava lotado e estamos felizes com a receptividade do público para com o Jackson Costa”, disse.
            Nesta sexta-feira, dia 2, no encerramento, a FELITA tem em sua programação apresentação do CINE FICC, entre as 9 e 11h30min e 14 às 17 horas. Na Sala Multiuso haverá a exposição de Projetos de Leitura, Oficinas Criativas, entre 14 e 17 horas; Espaço Orfeu, entre 17 e 19h30min. Mas, entre as 9 e 12 e 14 e 17 horas, haverá atividades como Acolhida – Fórmula de Histórias com Tuty e Zalum; Oficina de Desenho, com Geilton Conceição; Contação de Histórias – Fórmula de História, com Tuty e Zalum. A partir das 14 horas a programação matutina se repete. Às 18h30min, haverá Sarau de Encerramento, com a Banda Manzuá.
___________________

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito