CAMP. CÂMARA - 2017

CAMP. CÂMARA - 2017

DIVINO FOGÃO DE ITABUNA

Adsense




Blogueiro “Beto Capuxo” Xinga vereadora e apanha de bolsa, ele nega

Uma confusão daquelas ocorreu na manhã desta segunda-feira (13) na Câmara de Vereadores de Itabuna, o pau quebrou, aliás, a bolsa quebrou, xinga pra lá, xinga pra cá, entenda.

Tudo começou quando o blogueiro “Beto Capuxo”, conhecido pelos processos que tem, polêmicas e, segundo ele não come nada de ninguém, por isso, “lasca todo mundo em banda”, teria xingado a vereadora Carliane Souza, de “vagabunda”, mulher de um mandato só, fato por sinal noticiado no blog do acusado. 

Não terminando por aí, a edil afirma que, Capuxo lhe esperava do lado de fora da câmara, quando ele partiu pra cima dela, mas, foi recebido com pancadas de bolsas. A vereadora diz que não é a primeira vez, na posse dos novos vereadores, obvio, inclusive ela, Capuxo tentou intimidá-la com ameaças de noticias peculiares do blogueiro.

Por outro lado, “Beto Capuxo” nega ter agredido a vereadora, argumentando que ele foi agredido fisicamente pela vereadora.

O resultado da confusão foi parar na delegacia de polícia, quando o blogueiro deu queixa contra a vereadora, ela deu queixa contra ele, e mais a diretora administrativa da câmara Mariana Alcântara e o esposo da edil. Os dois últimos serviram de testemunhas, entretanto, Mariana, que está grávida de oito meses, revela ter sido vítima de Capuxo, por isso, o registro do B.O.

NOTA DA VEREADORA


FONTE http://plantaoitabuna.com.br


2 comentários:

Anônimo disse...

Esse canalha deveria apanhar era de madeira, para poder respeita as pessoas. Beto infelizmente você apanhou de bolsa, mas deveria apanhar de um homem seu vagabundo. Seu lugar Capucho é na cadeia. Sempre aprontando e ficando em pune.

Anônimo disse...

Esse beto capucho esta merecendo é uma surra de um Homem isso é um vagabundo,gosta de propina, e ameaçar as pessoas que não dão propina para ele

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito