CAMP. CÂMARA - 2017

CAMP. CÂMARA - 2017

DIVINO FOGÃO DE ITABUNA

Adsense




Prefeito discute com a PM e empresários sobre funcionamento do comércio numa possível greve geral

Visando traçar estratégias para assegurar o funcionamento do comércio local, bem como garantir o direito de acesso a população a serviços essenciais de saúde e transporte durante a próxima sexta-feira (30), quando se anuncia uma possível greve geral por parte de movimentos sindicais e partidos de oposição ao governo federal, o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, esteve reunido com empresários e autoridades locais.



 O encontro reuniu representantes da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACEI), da Câmara de Diretores Lojistas (CDL) e do Sindicato do Comércio (Sindicom), além do comandante do 15º BPM, tenente coronel Daniel Riccio; do secretário de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, John Nascimento e do sub-secretário de Segurança, Transporte e Trânsito, tenente coronel Washington Ildiceu.
 O prefeito Fernando Gomes declarou que não é contra a greve, mas ressaltou que ações de violência que geram danos às pessoas, ao patrimônio público e privado são condenáveis. Para ele, é preciso garantir o direito de ir e vir das pessoas, bem assegurar segurança para quem quer trabalhar e o empresariado manter o comércio e a indústria em funcionamento.
“Precisamos valorizar os empresários que geram emprego e renda ao nosso país e à nossa cidade”, lembra o prefeito, que autorizou à Guarda Civil Municipal para que atue de forma integrada com a PM garantindo a segurança de lojistas e trabalhadores. O prefeito também mostrou preocupação com a paralisação que pode afetar de alguma forma os festejos do São Pedro em Itabuna, que este ano vai reunir 19 bandas, entre as quais Aviões do Forró, Dorgival Dantas, Adelmário Coelho, Lordão, Cacau com Leite e Estaca Zero.
        O comandante do 15° Batalhão de Polícia Militar da Bahia, tenente coronel Daniel Riccio, salientou que a Polícia Militar estará monitorando em caráter preventivo a eventuais ações de vandalismo, a exemplo do ocorrido no último dia 28 de abril onde aconteceu uma outra greve geral. Segundo o comandante, é preciso que a população entre em contato com a PM para informar qualquer ato violento que venha ocorrer em qualquer parte da cidade. Ele também abriu um canal de comunicação com o governo municipal, ACEI, CDL e Sindicom.
        Representando a ACI e o Sindcom, o empresário Eduardo Carqueja Junior, pediu a colaboração do governo municipal e da PM para assegurar o direito do comércio funcionar normalmente. Ele também manifestou a preocupação com a ocorrência de novos atos de vandalismo como aconteceu na última paralisação em Itabuna.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito