CAMP. CÂMARA - 2017

CAMP. CÂMARA - 2017

DIVINO FOGÃO DE ITABUNA

Adsense




Itabuna- Gestores Preveem Dificuldades Orçamentárias em 2018


Com a participação de secretários, presidentes de fundações, diretores e técnicos, o governo municipal apresentou, durante a última Audiência Pública na Câmara Municipal na terça-feira (21), a proposta da Lei Orçamentária de Itabuna para o exercício financeiro de 2018, cuja previsão de investimentos está em R$ 607 milhões. A sessão foi presidida pelo relator, o vereador Enderson Guinho.



A audiência contou com a participação das secretárias Anorina Smith Lima (Educação) e Sandra Neilma Costa (Assistência Social), além da presidente da Fundação Marimbeta, Cleonice Almeida; e do presidente da Fundação Itabunense de Cultura, Cidadania, Esporte e Turismo, Daniel Leão.

Inicialmente, o diretor de Planejamento Econômico, Heleodoro Nunes Filho detalhou a proposta orçamentária em todas às áreas, dando ênfase às áreas de Saúde e Educação para as quais serão destinados 35% do orçamento global. A Lei Orçamentária, que estima a receita e fixa às despesas do Orçamento Anual do Município para o exercício financeiro de 2018 deve ser votada pela Câmara Municipal até o final do ano.

Com o objetivo proporcionar uma ampla discussão e o acesso da população à proposta orçamentária, o Legislativo conclui agora uma série de audiências, antes da apreciação e votação em plenário. Durante a audiência da última terça-feira, os gestores relataram aos vereadores e aos demais presentes as dificuldades enfrentadas neste primeiro ano da atual gestão, com a constante e acentuada redução em termos dos repasses feitos pelo governo federal e a consequente queda da arrecadação, o que afeta a todos os municípios.
Participaram da audiência os vereadores Ronaldão e Jairo
Eles também expuseram suas expectativas positivas para o ano de 2018, tendo em vista que a proposta orçamentária reflete o planejamento das ações do governo para promover a retomada do desenvolvimento de Itabuna. 
Vereador Jr. Brandão
A lei compreende o Orçamento Fiscal, referente aos Poderes Legislativo e Executivo, seus órgãos e entidades da Administração Direta e Indireta e o Orçamento da Seguridade Social, abrangendo os órgãos, entidades e fundos a ela vinculados, que envolvem recursos da ordem de R$ 607 milhões no próximo exercício.

Vereador Robinho














0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito