i

i

PRF

PRF

cm

cm

Adsense




Itabuna- Maternidade Ester Gomes implanta serviços de cirurgias eletivas


Ao sair de zero para 300 partos mensais  em dez meses,  a Maternidade Ester Gomes dá mais um passo importante no projeto para a sua reestruturação, com a assinatura de um convênio com o governo do estado, através da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) para realização de uma média de 150 cirurgias eletivas por mês. 



A meta segundo o presidente da Fundação Fernando Gomes, empresário Sérgio Gomes e realizar até o final deste ano as 100 primeiras cirurgias.
Gomes também pretende ainda nos próximos dias firmar um convênio similar com a Secretaria Municipal de Saúde ampliando assim o número de cirurgias eletivas realizadas pela instituição, que também é reconhecida pela população como Maternidade da Mãe Pobre, com atendimento 100% SUS. A fundação também estuda a ampliação dos serviços oferecidos a gestantes e bebês atendidos naquela unidade hospitalar eliminando a ociosidade na utilização dos equipamentos e dos leitos disponíveis na maternidade;
Um outro passo no fortalecimento da maternidade é, segundo Sérgio Gomes, 

a ação do deputado federal João Carlos Bacelar, autor de emendas parlamentares doando três ambulâncias à instituição. Com isso será ampliada e  melhorada a implementação do Disk Parto, um projeto bem sucedido e que já está em execução antes mesmo da incorporação destas três viaturas para o patrimônio da fundação.
Rede Cegonha

O deputado João Carlos Bacelar também vem realizando gestões junto ao Ministério da Saúde para uma dotação de R$ 1,7 milhão para reequipamento da Maternidade da Mãe Pobre e sua inclusão no Programa da Rede Cegonha, uma estratégia do Ministério da Saúde que visa implementar uma rede de cuidados essenciais para assegurar às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo e a atenção humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério, bem como assegurar às crianças o direito ao nascimento seguro e ao crescimento e desenvolvimento saudáveis. 
A Rede Cegonha envolve ações de atendimento e assistência integral a gestantes a partir de quatro componentes básicos:  pré-natal;  parto e nascimento;  puerpério e atenção integral à saúde da criança; e  implementação de todo um sistema logístico, o que envolve transporte sanitário e regulação. 
Com relação a cirurgias eletivas que estão em fase de implementação a partir de agora na Maternidade Ester Gomes, há uma demanda reprimida de serviços em Itabuna e na região, com pacientes na fila de cirurgias há três anos no Sul da Bahia. As ações agora estão concentradas na realização de exames que não estavam em dia porque foram realizados há mais de seis meses.
Amanhã (21) começam a ser realizadas na maternidade as primeiras 24 cirurgias já autorizadas pela Sesab e uma bateria de exames está sendo solicitada aos pacientes que estão fazendo encaminhamento da documentação de avaliação cirúrgica. 

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito