i

i

PRF

PRF

cm

cm

Adsense




Itabuna- Deivis Guimarães Prevê Mudanças no Olhar do Brasil e da Bahia sobre a Saúde do município

Após encerrar com grande expectativa a viagem que fez à capital federal e à capital baiana no período entre 23 e 26 de abril, quando esteve, inclusive, acompanhado pelo prefeito Fernando Gomes, o secretário de Saúde de Itabuna, Deivis Guimarães disse que “a viagem foi importante não somente para garantir recursos financeiros, mas para reafirmar no cenário nacional a importância que Itabuna tem como polo gestor da Saúde no Sul da Bahia”, explicou o secretário.


Para Guimarães, os estudos que vem realizando desde a primeira semana de trabalho, as ações mais incisivas de diagnósticos sobre os problemas mais urgentes e o desenvolvimento de projetos assertivos de democratização de acesso aos serviços, determinam que Itabuna precisa e será mais valorizada como eixo maior de acesso à Saúde para o próprio povo da cidade e também para os municípios pactuados. 

Em reunião com o secretário de Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-boas, na quinta-feira (26), em Salvador, Guimarães falou sobre os déficits existentes no município, sobre o fechamento do Pronto-Socorro do Hospital São Lucas e as pactuações das redes de referência dentro da região. Na audiência, secretários do estado e do município articularam uma agenda de propostas que visa, sobretudo, a melhoria organizacional da rede em Itabuna, o aumento no repasse de verbas e a inclusão da Maternidade Ester Gomes na Rede Cegonha, cujo processo atualmente está sendo analisado pela Procuradoria Jurídica do Estado. 

Na próxima quarta-feira (3 de maio), o secretário Deivis Guimarães estará reunido com representantes de todas as secretarias de Saúde dos municípios pactuados, quando será oficialmente apresentado aos representantes e elaborará, em conjunto, novas estratégias de melhorias no atendimento, dinamização e maximização dos recursos. A ideia, indica o secretário, “é solidificar ainda mais as referências de Itabuna para a região, não somente pactuando, mas garantindo o acesso”. 

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito