i

i

J M

J M

cm

cm

Adsense




Itabuna- MP, Executivo, Legislativo e Sindicatos Assinam Acordo P/ solucionar Impasse sobre o PL.

O prefeito Fernando Gomes comprovou durante reunião com o Promotor Público Dioneles Santana, na manhã desta sexta-feira (17), no Centro Administrativo Firmino Alves, que o Projeto de Lei de nº 15/2018, que altera o regime trabalhista dos servidores públicos do município de Itabuna, de Celetista para Estatutário, não trará prejuízos para a categoria.                      (Veja Tudo, Click Abaixo) Fotos e Vídeos




Além do representante do Ministério Público, a reunião também contou com a presença do Procurador Geral do Município, Luiz Fernando Guarnieri, da Secretária de Governo, Maria Alice Pereira, de representantes dos Sindicatos, do presidente da Câmara Municipal, Francisco Reis (Chico Reis), do Relator do Projeto, Roberto Dourado (Beto Dourado), dos vereadores, Ronaldão, Robinho e demais edis.

Veja o 1º Vídeo


  “A mudança de regime trabalhista atende a Legislação Federal (nº 8.112), que determina o Regime Estatutário. Não estamos fazendo nada que esteja em desacordo com a lei e com os direitos dos servidores, portanto, irei manter o projeto na Câmara para que seja apreciado no próximo dia 29. No entanto, isto não quer dizer que eu não esteja aberto para ouvir sugestões, como já vínhamos fazendo desde a elaboração do projeto”, justificou o prefeito. E completou ressaltando que até o dia 29 de agosto, o projeto continuará sendo analisado e se necessário receberá ajustes.

Veja o 2º Vídeo

A leitura do acordo

A presidente do SIMPI Carminha, questionou o PL e exigiu que se colocasse em ata dois ponto de entrave para que seja aprovado o projeto, 1º que seja informado o impacto financeiro e 2º que seja realizada uma audiência pública com a superintendência da caixa econômica. Foi o que ficou firmado no acordo entre o MP e demais interessados representados na reunião. "Reveja o 1º vídeo acima"


         O Procurador Geral do Município, Luiz Fernando Guarnieri, reforçou que está sendo garantido no PL 15/2018 todos os ajustes pactuados com o legislativo e sindicatos e que o Estatuto só trará benefícios. “Esta reunião foi muito esclarecedora porque mostramos mais uma vez para o Ministério Público de que não há questionamentos na construção do projeto em si, mas sim questionamentos políticos”. 


O relator do projeto, o vereador Beto Dourado, também lembrou que durante a elaboração do PL foram acolhidas todas as mudanças propostas pelos sindicatos. “Foram mais de 150 emendas”.











0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito