i

i

eco

eco

PRF

PRF

cm

cm

Adsense




Ilhéus- Prefeitura e comunidade discutem ações para o programa Cidade Limpa

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, recebeu representantes do Ministério Público, Polícia Militar, administração municipal e da empresa responsável pela limpeza pública na cidade, Solar Ambiental, para discutir as ações da campanha Cidade Limpa, que será lançada neste mês de dezembro, com o objetivo de minimizar os graves problemas enfrentados com o lixo no município.   (Saiba Mais, Click Abaixo)



O encontro aconteceu na quarta-feira (21), com a presença do promotor, Paulo Eduardo Sampaio, do major Blanco, da Companhia Independente de Polícia Ambiental – CIPA e do diretor da Solar Ambiental, Antônio Cavalcanti.

A campanha Cidade Limpa visa proporcionar melhor qualidade de vida à população e minimizar o alto custo com a coleta de lixo na cidade. O prefeito enfatiza que o lixo produzido nos grandes centros tem crescido de forma desordenada, provocando impactos ambientais, sendo, inclusive, alvo de denúncias. “Isso é um caso de saúde pública, um crime”, preocupa-se o gestor de Ilhéus.

Ações de médio, curto e longo prazos foram colocadas em debate na reunião, que se estendeu até a noite, mostrando a complexidade do assunto e a necessidade de medidas imediatas para serem colocadas em prática. Participaram também os secretários municipais de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, Alisson Mendonça; Governo, Gil Gomes; Infraestrutura Transporte e Trânsito, Átila Dócio; Serviços Públicos, Hermano Fahning; Comunicação, Hélio Ricardo; Turismo, Alcides Kruschewsky; Educação, Eliane Oliveira e Desenvolvimento Social, Rubenilton Silva, vice-prefeito, José Nazal e o procurador geral do Município, Jefferson Domingues.

Lei de Responsabilidade do Lixo - Para o secretário Alisson Mendonça, é preciso criar consciência crítica dos atos cometidos. “Prefiro acreditar que a sociedade na qual vivo tem jeito”, disse. O empresário Cavalcanti considerou a reunião positiva. “Precisamos cada vez mais deste tipo de ação, para interagir e buscar juntos soluções aos problemas de Ilhéus, porque a cidade precisa de soluções adequadas. Parabéns ao prefeito e a toda gestão por esta reunião”, comentou.
As lixeiras viciadas são um problema crônico em Ilhéus e o lixo é um dos maiores passivos ambientais em todo o mundo. O promotor Paulo Sampaio afirma que é indispensável a implantação da Lei de Responsabilidade do Lixo, por se tratar de questão complexa e que precisa de enfrentamento. Segundo ele, cerca de 60 a 70% do lixo domiciliar é orgânico, sendo que o percentual restante é dividido em material reciclável e de descarte, que necessitam de coleta e armazenamento adequados. “A falta de um plano municipal não impede a aplicação da lei e a execução do decreto”, ressaltou.
Segundo o major Blanco, a reunião obterá êxitos. “Vamos fiscalizar e atuar. Na verdade, o sentido principal dessas ações é colher frutos para a própria sociedade, então o que queremos é um meio ambiente limpo, com qualidade de vida melhor, e acredito que o cidadão ficará bem satisfeito no final de todos esses processos, procedimentos e ações que ocorrerão”, finalizou.
O secretário Hermano Fahning destaca que a Secretaria de Serviços Urbanos, irá fazer limpeza, isolamento e sinalização das áreas de lixeiras e organizar o descarte de móveis, eletrônicos e outros materiais. “A população será orientada a deixar esses móveis sem utilidade em local apropriado para que o município possa recolher em dia e horários pré-determinados”, explica o secretário.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito