i

i

eco

eco

PRF

PRF

cm

cm

Adsense




Itabuna- Programa Liderar o Futuro forma 22 empresários

Itabuna - Ronaldo Abude é dono de uma empresa que atua, há 24 anos, no segmento do agronegócio em quatro cidades baianas. Ele comanda 105 funcionários. Já a jovem Thaís Rocha, colaboradora de um hospital oftalmológico de Itabuna, ingressou na empresa aos 16 anos. Hoje, aos 25 anos, coordena a área de atendimento da instituição. Gerações diferentes unidas por um mesmo ideal: transformar o seu local de trabalho e contribuir com a cidade em que vivem.                               (Saiba Mais, Click Abaixo)



Ronaldo, Thaís e mais 20 empreendedores de Itabuna integram a primeira turma do Programa Liderar o Futuro, do Sebrae. Na noite desta segunda-feira (12), as novas lideranças da região sul receberam o certificado de conclusão do curso. Idealizado pelo Sebrae Bahia, com apoio da FCDL, Fecomércio, Faceb, Faeb e Fieb, o programa conta com quatro turmas-piloto em todo o estado e, dentre as cidades contempladas, está Itabuna.


“A história da humanidade, em todas as suas etapas, acontece quando há gestão de mudanças. Ter um processo de formação de lideranças nos faz acreditar que teremos movimentos favoráveis aos micro e pequenos negócios e de uma região com processos de desenvolvimento vinculados a estas novas competências”, assegura a gerente regional do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo.

O experiente Ronaldo Abude destaca que as empresas são movidas por pessoas. Para ele, se você passa a ter mais conhecimento e se prepara para fazer uma política de mudança, por exemplo, isso é importante para o resultado final do seu negócio. “Os novos modelos de gestão estão voltados para líderes que respeitem, por exemplo, a diversidade, o desenvolvimento sustentável e, toda essa linha de trabalho, serve tanto para políticas na área privada, como, também, políticas públicas”, completa.


Já Thaís destaca o sentimento do autoconhecimento. “O programa nos traz a reflexão de poder olhar para si mesmo e disso poder criar mecanismo de mudanças coletivas e um papel social importante em nossa comunidade”, elogia.
Melhor para todos


Criador do programa e um dos facilitadores das atividades em Itabuna, o jornalista Douglas Burtet explica que a ideia central do programa é formar lideranças participativas com desejo de contribuir e ser protagonistas de mudanças em seu território social e de negócios, criando um impacto positivo no ambiente empreendedor. Até chegar à certificação, os 22 integrantes tiveram nove encontros de oito horas, dois encontros de quatro horas, todos com conteúdos e atividades práticas com especialistas.

 Durante a solenidade, os participantes, divididos em três grupos, apresentaram planos de intervenção para Itabuna, nas áreas de educação, mobilidade urbana e segurança pública.
Para participar do programa foram obedecidos alguns critérios sobre o perfil dos participantes: ser empresário ou empreendedor, participar de entidades empresariais, ter interesse em se engajar em ações articuladas, contribuir para o seu ambiente de competitividade e acreditar no associativismo com atuação social.


Secretário da Amurc, entidade que representa 32 municípios da região Sul, Luciano Veiga, também participante da primeira turma, comemora. “Vivemos, com este programa, o momento de construir lideranças institucionais através de pessoas. Não basta que pessoas sejam representantes de instituições. Precisa que elas tenham compreensão do papel delas como líderes, desenvolvendo este papel na sociedade”, finaliza.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito