i

i

PRF

PRF

cm

cm

Adsense




Itabuna- SAS e Saúde promovem ação para prevenção da gravidez na adolescência



Estudantes do Centro de Atenção Integral a Criança (CAIC), em Itabuna, participaram na manhã de hoje (06) de uma ação que envolveu as Secretarias de Assistência Social e de Saúde do Município, com o objetivo de alertar os adolescentes sobre a importância da prevenção da gravidez. Estiveram presentes no evento: a presidente do Conselho Municipal da Assistência Social, o assessor Israel Cardoso, que esteve representando a Secretária Municipal de Assistência Social, Sandra Neilma, além de representantes de diversos órgãos da Secretaria Municipal de Saúde, entre eles, Cerpat e Creas.                                       (Saiba Mais, Click Abaixo)




 Na oportunidade, Israel lembrou que em 03 de janeiro de 2019 foi sancionada a lei de nº 3.798, que instituiu a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência. “O objetivo é reduzir os altos índices de gravidez nesta fase”, frisou. Com o tema “Gravidez na adolescência, não pule etapa”, a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência teve início na segunda-feira (05) no Instituto Municipal de Educação Aziz Maron (Imeam), e prossegue hoje no Caic com palestras, apresentações teatrais e roda de perguntas/respostas.
A ginecologista Janaína P. de Souza Lima ministrou palestra sobre Planejamento Familiar. Já agentes comunitários de saúde apresentaram uma peça teatral sobre o tema “Com prevenção não se brinca”. Para encerrar, na sexta-feira (08) haverá panfletagem em diversos pontos da cidade: Avenidas Juracy Magalhães e Amélia Amado, Praças Adami, Olinto Leoni e Camacan, além do Centro Comercial, Avenida Princesa Isabel, proximidades do Itão, e avenida Aziz Maron (proximidades do Shopping).
A coordenadora do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), Maria D’Ajuda Cavalcante, ressaltou a importância de ações como esta por possibilitar levar informações para um número maior de adolescentes. “No ano de 2018 foi traçado um panorama aqui em Itabuna sobre os casos de gravidez na adolescência e infelizmente somente neste período registramos oficialmente mais de 170 casos de gravidez em adolescentes com idade entre 09 e 19 anos. Isso é muito grave, porque na maior parte dos casos, 66%, torna-se uma gravidez indesejada e como consequência teremos mais uma criança em situação de vulnerabilidade social”, alertou Maria D’Ajuda.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito