i

i

CV

CV

PRF

PRF

cm

cm

Adsense




Ilhéus- Foliões fazem carnaval na Avenida Soares Lopes

A Prefeitura de Ilhéus, por meio das secretarias de Cultura e de Turismo, organizou a Avenida Soares Lopes para ser palco do carnaval espontâneo promovido pela comunidade ilheense, neste sábado (2) e domingo (3) da folia momesca. Na festa mais popular do ano, foliões fizeram a festa em todos os cantos do circuito. O clima era de alegria e curtição, com desfiles de blocos com minitrio, paredão de som e cortejo afro. 
                                                   (Veja Tudo, Click Abaixo)




Durante a passagem dos blocos ou nos intervalos, foliões fantasiados imprimiam alegria, criatividade, descontração e irreverência.

No sábado (2) de carnaval, nove blocos carnavalescos desfilaram pela avenida. Os componentes do bloco “Os Travestidos” desfilaram caracterizados de mulheres, já a turma do “Super Poderosas” saiu fantasiada das personagens do desenho animado Meninas Super Poderosas. Ainda no sábado, a criançada acompanhada pelos seus pais, desfilaram no bloco infantil “As Corujinhas”. Um destaque no primeiro dia foi para o Bloco Thyaguetes, formado por grupos de academia da cidade. O bloco fez o trajeto do bairro Malhado até a Soares Lopes, comandado por um coreografo que ensinava as danças de sucesso do verão.

O bloco “20 comer” arrastou mais de mil foliões dentro da corda, ao som do cantor Benner Show e da Banda Sambalight, no domingo (3). De acordo com Murilo Reis, Presidente da Associação de Feijoada 20 Comer, o percurso do bloco foi longo, a concentração saiu da Avenida Princesa Isabel, passando pela Praça Caíru em direção a Soares Lopes. O bloco tem mais de dez anos, é tradicional do bairro da Princesa Isabel e foi formado por associados da feijoada 20 comer. “Tivemos duas atrações, o cantor Benner Show que puxou a galera da concentração até a avenida e a banda Sambalight que animou os foliões no circuito”, disse.

A batida do paredão com o ritmo do pagode agitou a galera que não estava nos blocos. Pela primeira vez, a estudante Regina Celly, passou o carnaval em Ilhéus, e destacou as varias opções de folia nos quatros cantos da cidade. “Bem legal, a iniciativa do povo, em realizar o carnaval nos seus próprios bairros”, declarou. A turista paulista, Maira Mendes, ficou encantada com o desfile da levada afro no domingo (3), acompanhada de mais quatro amigas, contou que o carnaval estava maravilhoso. “A cultura afro com sua força trouxe beleza e alegria para o circuito”, contou.

A “Levada Afro” encerrou o segundo dia da folia na avenida, trazendo o tema Resistência Cultural - Música, Dança e Ancestralidade" com desfile dos blocos Dilazenze, Rastafiry, Zambi-Axé, Minikongo, Yorubá, Levada da Capoeira. Segundo Mestre Ney, chefe de Culturas Populares e Identitárias da Secult e presidente do grupo afro Dilazenze, seis blocos afros se uniram trazendo suas baterias e comissões de frente para levar a raiz do movimento afro cultural para o cortejo. 

“Os blocos se uniram com o objetivo de mostrar a resistência, no processo de preservação histórica e cultural do movimento afro de Ilhéus”, pontuou.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito