i

i

BUE

BUE

CV

CV
CORTESIA DO BLOG

LOU

LOU

PRF

PRF

cm

cm

Adsense




Davidson Magalhães Fala Sobre o Governo Federal e o enfraquecimento da Ceplac

A cada dia mais se comprova como este desgoverno federal não dispõe de nenhum projeto de desenvolvimento para o país, ao contrário.
Uma grande ameaça agora ronda o futuro da cacauicultura brasileira. Em sua clara intenção destrutiva da pesquisa e da ciência no país, Bolsonaro decidiu atacar a Ceplac - Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira, instituição imprescindível para o crescimento da cacauicultura no sul da Bahia.
(Saiba Mais, Click Abaixo)



Vejam só: o Ministério da Agricultura determinou a transferência de 611 funcionários da instituição para a Secretaria de Defesa Agropecuária.  Considerando que há 32 anos a Ceplac não promove concurso de admissão e que o seu quadro atual é insuficiente, esta decisão certamente provocará um vazio funcional capaz de levá-la à extinção.
Não vamos permitir que mais uma aberração oriunda do desgoverno federal siga em curso incólume.  É preciso alertar e convocar a sociedade, as lideranças políticas de todos os matizes partidários e os produtores de cacau, para esta união em defesa da Ceplac.
Os funcionários e pesquisadores já divulgaram documento de repúdio total à tramóia federal de minar suas ações, transferindo seus funcionários para outro órgão.
Será que este desgoverno federal sabe da importância e dimensão da entidade para o desenvolvimento da cacauicultura no estado? 
A Ceplac é de importância vital para o desenvolvimento rural sustentável do sul da Bahia. Promove a pesquisa, a constante inovação, transferência de tecnologia, assistência técnica, qualificação tecnológica agropecuária, certificação e a organização territorial e socioprodutiva.
Nunca é demais lembrar que, desde sua criação, em fevereiro de 1957, acumula conquistas, graças ao seu modelo de atuação integrada, com atividades de pesquisa, extensão rural e ensino agrícola.
Depois de enfrentar diversos problemas como a doença da vassoura-de-bruxa nos anos 80, a indústria do cacau se recuperou e se reinventou, graças particularmente à entidade. 

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito