i

i

CV

CV
CORTESIA DO BLOG

LOU

LOU

PRF

PRF

cm

cm

Adsense




Itabuna- Mutirão do Diabetes se Espalha pelo Brasil

Uma cidade azul de solidariedade e voluntariado. O sábado em Itabuna foi marcado pela realização do Mutirão do Diabetes, promovido pela ONG Unidos pelo Diabetes, reconhecido mundialmente pela Federação Internacional do Diabetes e consolidado como o maior evento de prevenção da doença em todo o Brasil. Numa manhã ensolarada e de céu azul, como se a natureza fizesse questão de aderir à cor da campanha. 
(Veja o Vídeo e as Fotos, Click Abaixo)




1º Vídeo


Mais de 10 mil pessoas foram atendidas nos 20 stands de serviços multidisciplinares e multiprofissionais médicos e educativos, além de 300 crianças no DiabetesKids. 1500 pessoas com diabetes realizaram mapeamento de retina e exame do pé diabético e 300 pessoas com maior risco realizaram avaliação laboratorial, renal e cardiológica. Todos os casos graves de Retinopatia Diabética serão tratados gratuitamente com Laser na retina.


O Mutirão, cujo modelo foi adotado por cerca de 30 cidades brasileiras, contou com a presença de dirigentes de entidades nacionais de medicina e associações de diabetes, que destacaram a importância e as dimensões do evento, considerado o maior do país na prevenção e tratamento da doença.

Dr. Rubens Belfort Junior, da Academia Nacional de Medicina destacou que “o mutirão transformou Itabuna em referência nacional na prevenção do diabetes. A cidade deve ser orgulhar desse projeto iniciado pelo Dr. Rafael há 15 anos e que a cada ano fica melhor e mais abrangente”.


“Estou impressionada com as dimensões do Mutirão e tenho certeza de que essa iniciativa vai se espalhar cada vez mais”, disse a Dra Hermelinda Pedrosa, da Sociedade Brasileira de Diabetes. Ela estará na próxima semana na Córeia do Sul, para a posse da nova diretoria da Federação Internacional do Diabetes e garantiu que vai reforçar a aplicação do modelo itabunense em outros países.


O Dr. Cristiano Caixeta, do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, afirmou que o mutirão “é um modelo para o Brasil, atitudes como a do Dr. Rafael servem como exemplo de como se consegue mobilizar uma cidade em prol de uma causa. É fundamental que seja replicado, porque através dessas ações muitas vidas serão salvas”





Para o Dr. Maurício Maia, presidente da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo, “estamos vendo em Itabuna um exemplo para o mundo. O foco da prevenção é fundamental para combater a doença ou fazer o tratamento precoce, evitando cegueira, amputações e outras complicações. Conscientizar a população é um trabalho permanente”. “A Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo, em parceria com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, pretende estender esse magnifico projeto para todas as cidades brasileiras”, disse.



O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes destacou que “cuidar da saúde é valorizar a vida. O mutirão é uma ação que beneficia não apenas Itabuna, mas pessoas de toda a região. E mostra para o Brasil que a comunidade pode e deve ser unir em torno de uma causa”. A Dr. Marluce Leão, da Associação dos Diabéticos de Itabuna, parceira do mutirão desde a primeira edição, ressaltou que “esse é um dia especial para os pacientes e para todas as pessoas que recebem orientações e podem ter um estilo de vida saudável.”


O presidente da ONG Unidos pelo Diabetes, Dr. Rafael Andrade afirmou que “um evento de 15 anos é um modelo, porque a partir deste, temos mutirões em cerca de 30 cidades brasileiras, oito deles acontecendo simultaneamente ao de Itabuna”. “A luz azul da prevenção se espalhou a partir de Itabuna e hoje a cidade pode se orgulhar de ser uma referência nacional. Sozinhos não podemos fazer nada, mas juntos podemos fazer um mundo melhor. Essa é uma das grandes lições dos 15 anos do Mutirão do Diabetes”.


A Record TV Cabrália apresentou o Balanço Geral Especial do Mutirão, direto da Cidade do Diabetes, com Tom Ribeiro, ao vivo para o Sul, Sudoeste e Extremo Sul da Bahia, com depoimentos e show com a Banda Lordão.



O Mutirão do Diabetes de Itabuna contou com a participação de cerca de 1000 voluntários, entre profissionais de saúde, estudantes, pessoal de apoio e clubes de serviço, como Lions e Rotary. 
Sandra Neilma, Secretária da SAS e Israel Cardoso

Rita Sousa (Regulação)











Beto Dourado (Vereador)

















































0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito