i

i

LOU

LOU

PRF

PRF

cm

cm

Adsense




Itabuna- Audiência Pública discute implantação do Sistema de Estacionamento, Pública ou Privada?

A Secretaria Municipal de Segurança, Transporte e Trânsito (Sesttran) realiza na manhã desta quinta-feira (30), na Câmara de Vereadores, uma audiência pública com o objetivo de apresentar e discutir com a comunidade o Estudo Técnico de Implantação do Sistema de Estacionamento Rotativo em Itabuna. Participam da audiência o tenente-coronel PM Valci Serpa (titular da Sesttran); a consultora em Licitação, Ana Carine Souza; o vereador Ronaldão, o presidente do Conselho Municipal de Transporte Público de Itabuna, Eduardo Cardoso da Silva, e o engenheiro Rafael Viana, da empresa KM Zero (Rio Grande do Sul), responsável pelo estudo. (Veja os Vídeos na íntegra, Click Abaixo)



1º Vídeo 60"duração


2º Vídeo (Aguardem)

 Na oportunidade, o Secretário Valci Serpa chamou a atenção lembrando que a zona azul passou a funcionar na cidade de forma emergencial através de Decreto de nº 7.760/2019, de 30 de Outubro de 2019, assinado pelo prefeito Fernando Gomes, e que o prazo deste decreto está chegando ao fim.



“A ideia foi implantar a Zona Azul de forma emergencial, até que o sistema seja regularizado, seja através de licitação ou Reda”, explicou o Secretário Valci Serpa. Já o engenheiro Rafael Viana, explicou que o estudo foi focado no número de vagas, taxa de ocupação e rotatividade. “Identificamos que existe de fato a necessidade de implantação do sistema de estacionamento rotativo, que existe uma elevada taxa de ocupação (em torno de 90%), e que também existe uma baixa rotatividade dos veículos, cerca de 30%”, informou o engenheiro Rafael Viana.

Atualmente, em Itabuna são disponibilizadas 1.832 vagas para veículos, 608 para motocicletas, sem incluir as vagas que são garantidas para os idosos. Mas a expectativa, de acordo com o estudo, é de que num prazo de dois anos as vagas sejam ampliadas, sendo 2.173 para veículos e 716 para motocicletas. 



Na avaliação do presidente do Conselho de Transporte Público, Eduardo da Silva, “não há muito o que se discutir, porque o que mais nossa cidade precisa é de emprego e de dinheiro circulando, e estas duas coisas teremos com a Zona Azul implantada pela Prefeitura, a verba recolhida ficará na própria cidade”, finalizou.





0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito