i

i

PRF

PRF

cm

cm

Adsense




Amurc e instituições de saúde montam comitê de crise para o combate ao COVID 19

Com o objetivo de unir esforços no combate ao Novo Corona Vírus (COVID-19), foi formada um comitê de crise, com a participação de secretários municipais, prefeitos, governo do Estado e hospitais da região nesta sexta-feira, 13, na sede da Associação dos Municípios da Região Cacaueira.
(Saiba Mais, Click Abaixo)



A iniciativa, segundo o secretário executivo da Amurc, Luciano Veiga, é criar uma metodologia para que os municípios da região possam ter a estrutura e o apoio necessário para o atendimento de possíveis pacientes com suspeita do vírus. Pensando nisso, uma equipe de profissionais da área de saúde dos municípios será treinada na próxima terça-feira, 17, às 17 hs, no Hblem, para o atendimento adequado a esse público.
“Será utilizada a mesma técnica de orientação que foi utilizada com os funcionários do Base, com o objetivo de organizar o fluxo de tratamento. Orientações sobre como abordar o paciente, como agir com o paciente suspeito e com paciente com diagnóstico, além de classificar o paciente em leve, moderada e grave”, declarou o diretor médico do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem) de Itabuna, Eduardo Kowalski Neto.
O médico Infectologista do Hblem, Fernando Romero também participou da reunião e esclareceu para os secretários que o vírus vai chegar, mas não sabe como vai se comportar no hemisfério sul e qual será a proporção que vai se instalar na região. Por isso, ele ressaltou que é necessário estar preparado para tentar minimizar os danos que ele possa trazer.
As principais recomendações apontadas pelo infectologista, principalmente para pessoas idosas, maiores de 60 anos é, evitar eventos que aglomere muitas pessoas, bem como visitas nos próximos 2 a 3 meses. Se estiver gripado, usar máscara para não contaminar outras pessoas, tentar sair pouco, higienizar as mãos sempre, antes e depois das refeições ou depois de qualquer evento que toque as mãos.
Sobre a estrutura das unidades básicas de saúde e de hospitais disponíveis em alguns municípios, os especialistas orientaram sobre a necessidade de criar espaços isolados para manter pacientes possivelmente infectados. Além disso, destacaram a necessidade de aquisição do álcool 70, eficaz no combate ao vírus e da máscara, que deve ser oferecido ao paciente que está gripado.
No final da reunião, Luciano Veiga declarou que vai solicitar do governo do Estado a equipação das unidades hospitalares municipais com o objetivo de deixa-las aptas para fazer o enfrentamento dos municípios pequenos. Além disso, será feita a solicitação para a reabertura do Hospital São Lucas para fazer o atendimento específico para o Covid-19.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito