i

i

PMI

CMVI

PRF

PRF

cm

cm

Adsense




Bahia- Vale-alimentação estudantil reforça a segurança alimentar da rede estadual


Os estudantes da rede estadual de ensino da capital e do interior já estão realizando as suas compras com o benefício de R$ 55, referente à quarta parcela do vale-alimentação estudantil. Entre os diversos itens disponíveis nos mais de 18 mil pontos de venda localizados em todo o Estado, eles estão optando por alimentos de grande valor nutricional, como feijão, arroz, leite, frutas e legumes. A ação do Governo da Bahia, para a qual foram destinados mais R$ 44 milhões, totalizando um investimento de R$ 176 milhões de recursos próprios do Estado, tem o objetivo de garantir a segurança alimentar dos estudantes, neste período de suspensão das aulas, devido à pandemia do novo Coronavírus.

(Saiba Mais, Click Abaixo)



 

O superintendente de Planejamento Operacional da Rede Escolar, Manoel Calazans, destacou quais alimentos os estudantes devem priorizar nas compras com o vale. “Feijão, arroz, leite, ovos, frango, frutas e legumes estão entre os itens que são priorizados pelas famílias e estudantes com o auxílio. São alimentos nutritivos, saudáveis e menos perecíveis, que vão reforçar ainda mais a segurança alimentar de todos os beneficiados”.

 

A estudante Kelle Teles, 19, 2º ano, que estuda no Colégio Estadual do Stiep Carlos Marighella, em Salvador, falou sobre a importância do vale concedido pelo governo para a sua família. “Minha mãe é autônoma e com esta pandemia está sendo complicado manter as despesas de casa e este benefício veio em um bom momento. Já utilizei o meu vale e comprei alimentos, como feijão, arroz e carne”.

 

O lavrador Erisvaldo Curaçá, 35, pai dos estudantes Eloisa e Mateus Curaça, 15, 9º ano e 14 e 8º ano, respectivamente, do Colégio Estadual José da Silva Marques, localizado em Campo Formoso, também já fez as compras com os seus filhos. “Este benefício vem ajudando muito na alimentação da minha família, pois estou desempregado e, além deles, tenho mais dois filhos menores e que não estudam na rede estadual. Compramos vários alimentos, como feijão, arroz, macarrão e frutas com o total de R$ 110, ou seja, R$ 55 de cada filho”.

 

Em Itabuna, o estudante Samuel Ribeiro Chagas, 18, 3° ano, do Colégio Estadual Félix Mendonça, também já garantiu a sua merenda com o vale. "Para nós, estudantes, esta preocupação do Governo do Estado em relação à nossa segurança alimentar é de suma importância. Apesar desta fase difícil que estamos atravessando, através deste auxílio podemos ajudar a nossa família nas compras alimentícias em casa. Comprei ovos, feijão, farinha de milho, café e arroz, dentre outros”.

 

A Secretaria da Educação do Estado reforça a orientação para que vá ao supermercado apenas um membro da família, seguindo todas as normas de segurança, como o uso de máscaras de proteção individual, em função da pandemia. Em caso de dúvidas, o estudante pode entrar em contato com a escola onde está matriculado. A secretaria também disponibiliza os canais da Ouvidoria pelo 0800 284 0011, pelo e-mail ouvidoria@educacao.ba.gov.br ou pelo Fale com a Ouvidoria, disponível no Portal da Educação.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito