i

i

itac

itac

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Cerpat intensifica ações do Julho Amarelo com aplicação de testes rápidos e palestras

O Centro de Referência em Prevenção, Assistência e Tratamento (Cerpat), vinculado à Diretoria da Vigilância em Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde, tem intensificado as ações do Julho Amarelo – mês em que a programação é voltada para ações educativas e de orientação sobre as hepatites virais. A coordenadora do Centro, Fernanda Barros, lembra que o objetivo é dar reforço à prevenção da doença em um mês específico.

(Saiba Tudo, Click Abaixo)




Na tarde de ontem, dia 21, às 14 horas, foi ministrada palestra para os profissionais de saúde do Hospital Manoel Novaes onde foi abordada a temática “Hepatites Virais”. A explanação será feita pela médica gastroenterologista Suely Cristina. Na quinta e sexta-feira, dias 22 e 23, as atividades serão concentradas no Cerpat, com aconselhamentos e orientações para os pacientes assistidos pela unidade.

Na terça-feira, uma equipe da unidade realizou testes rápidos de HIV, Hepatites B e C, e de Sífilis, na Base da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na rodovia BR-101. Esta ação de prevenção e conscientização também fez a distribuição de preservativos masculinos e femininos. “Ao todo,  cerca de 160 testes rápidos foram realizados, sendo  um foi positivo para Hepatite B e dois para Sífilis”, informa a coordenadora.

Fernanda lembra ainda que no início da semana foi realizado um Pit-Stop em dois pontos de acesso à cidade (trevo do bairro Jaçanã e rotatória da Juracy Magalhães, saída para Ilhéus),  para a distribuição de preservativos e orientações a população para testagem rápida para detecção das hepatites virais. Esta ação contou com o apoio da Settran e da Guarda Civil Municipal.

CAMPANHA

A Campanha “Julho Amarelo” foi instituída no Brasil pela Lei nº 13.802/2019, com o objetivo de reforçar as ações de vigilância, prevenção e controle das hepatites virais. Importante lembrar que a  hepatite é uma inflamação do fígado que pode ser causada por vírus ou pelo uso de alguns medicamentos, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas ou genéticas.

“Nem sempre a doença apresenta sintomas. Mas, quando aparecem, estes se manifestam na forma de cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. Por isso, a prevenção é fundamental,” adverte a coordenadora do Cerpat, cujo acesso e o atendimento são facilitados na Avenida Amélia Amado nº 906, centro.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito