i

i

Emasa

Emasa

CVR1

CVR1

Chapa

Chapa

E.A.

E.A.

VW

VW

isr

isr

PRF

PRF

Adsense




Combate ao mosquito da dengue em Itabuna tem ações conjuntas das secretarias municipais


A Prefeitura tem usado todas as formas e estratégias para o combate ao Aedes aegypti em Itabuna na tentativa de baixar o índice de infestação predial que ainda gira em torno de 6%, segundo o último LIRAa realizado em junho. O trabalho da Secretaria Municipal de Saúde vem sendo feito em parceria com as secretarias municipais de Promoção Social e Combate à Pobreza e de Infraestrutura e Urbanismo.          (Saiba Tudo, Click Abaixo)



Na semana passada, por exemplo, a partir de uma denúncia de acúmulo de lixo num imóvel abandonado com possíveis focos do mosquito, a Secretaria de Promoção Social acionou o Departamento de Vigilância em Saúde. No local, os Agentes de Combate às Endemias constataram muitos focos do inseto em estágio de larvas.
                                              

Além da eliminação dos focos em diversos tipos de vasos, inclusive garrafas pets sem tampa, o local passou por uma varredura com a retirada de grande quantidade de lixo pelos  trabalhadores da Divisão de Limpeza Pública enquanto agentes de endemias fizeram o bloqueio com a borrifação de inseticida para o combate a focos de larvas e mosquitos adultos.




O supervisor dos Agentes de Combate às  Endemias, Clodoaldo Santos de Oliveira, destacou a parceria com as secretarias municipais no combate ao mosquito da dengue que também transmite chikungunya e zika vírus. Ele lembra que o pode público sozinho não tem condições de zerar o índice de infestação predial no município se não houver a participação da comunidade.    

A chefe da Divisão do Programa de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde, Lucimar  Santos Ribeiro, também reforça a importância da participação das famílias na luta contra o mosquito que causa enorme danos à saúde do ser humano. “Não podemos permitir que Itabuna enfrente novo surto de dengue como já ocorreu no passado”, alerta.

A diretora aproveita para orientar as famílias sobre cuidados simples que devem ter no dia a dia, como manter quintais limpos e livres de vasilhames que possam acumular água, principalmente garrafas plásticas descartadas sem tampa.

Também devem manter cobertos tanques e outros reservatórios de água. “Se cada familiar fiscalizar a própria casa, vamos diminuir a infestação com o mosquito. Nós, da Secretaria de Saúde da Prefeitura, temos trabalhado intensamente no combate, controle e prevenção da dengue”, finaliza Luciana Ribeiro.




0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito