i

i

Emasa

Emasa

CVR1

CVR1

Chapa

Chapa

E.A.

E.A.

VW

VW

isr

isr

PRF

PRF

Adsense




Itabuna- Volta às aulas da rede particular discute medidas para retorno gradual


O prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD), participou de reunião na manhã desta quarta-feira, dia 7, com as secretárias municipais de Saúde e de Educação e representantes da rede particular de ensino para avaliar o retorno gradual das aulas presenciais. O evento, que aconteceu no Teatro Candinha Dórea, discutiu as principais demandas da Educação com relação aos protocolos de segurança contra a Covid-19.           (Saiba Tudo, Click Abaixo)



No encontro, os representantes das escolas propuseram que neste momento não só as brinquedotecas, mas também crianças em fase de alfabetização possam retornar às aulas presenciais. Nesse sentido, a secretária de Educação, Janaína Araújo, destacou que é preciso avaliar essa possibilidade, mediante a limitação de alunos por sala, conforme orientações da Vigilância Sanitária. Para isso, será necessário rever questões como a infraestrutura das escolas.

A secretária também acrescentou que, além da adequação das salas de aula, outro grande fator que deve ser levado em consideração é a vacinação. “O Sindicato dos Professores da Rede Privada do Estado determinou que a volta às aulas somente ocorreria após a aplicação da segunda dose da vacina”, destacou Janaína.

A secretária municipal de Saúde, Lívia Mendes Aguiar, enfatizou  que a gestão não se opõe à volta às aulas, mas que é preciso cautela e maior estabilidade sobre um retorno gradual seguro. “Se os protocolos forem seguidos e os ambientes forem adequados para essa retomada, a Secretaria de Saúde por meio da Vigilância Sanitária fará a fiscalização com planejamento e contando também com a situação da Covid-19 que precisa estar alinhada”, afirmou.

Representante das escolas particulares, a professora Rita Prudente, aproveitou a oportunidade e destacou os ideais dos profissionais. “Nós buscamos, dentro do Conselho Municipal de Educação, a regularização dos espaços,  como fator essencial para o avanço do retorno às aulas. No atual momento, as aulas não poderiam voltar, pois é preciso que todas as escolas estejam de acordo com as diretrizes. Todos nós queremos o retorno às aulas, mas precisamos ter um olhar responsável para com os alunos e para os servidores”, afirmou.
 
O prefeito Augusto Castro ouviu as ponderações e pontuou as ações contra a Covid-19 desenvolvidas pela Prefeitura. “Estamos há um ano e meio desta pandemia.  A solução é a vacina e temos feito a nossa parte. Desde de janeiro até hoje, nossa gestão tem focado nas ações contra a Covid-19 e principalmente na vacinação. A decisão mais acertada foi ter montado o Hospital de Campanha como uma forma de flexibilizar e dar mais segurança para aquelas atividades que não podem parar”, afirmou.

Augusto também destacou o comprometimento da Administração municipal com a educação. “Compreendemos esse momento e entendemos que nossas crianças precisam voltar às aulas. Criamos um Comitê para avaliar a retomada comercial e educacional da nossa cidade e já estamos encaminhando alguns projetos para o Governo Federal, visando reformas e adequações de infraestrutura nesses segmentos”, ressaltou.

Atualmente, a Divisão de Vigilância Sanitária tem visitado brinquedotecas para a fiscalização e adequação do cumprimento dos protocolos de segurança. Isto inclui, o limite de 30% de ocupação das salas.

Na reunião de hoje, ficou acertado o retorno dos cursos livres para o formato híbrido, a exemplo de idiomas e cursos de especialização de 60 horas em que não há aulas diárias. Sobre as aulas de alfabetização no ensino fundamental, a Secretária Municipal de Educação vai avaliar a possibilidade e decidir medidas para um plano de retorno.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito