i

i

itac

itac

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Agricultores familiares de Itabuna discutem pauta de serviços com secretarias municipais

Na segunda-feira, dia 8, presidentes das Associações da Agricultura Familiar de Itabuna, secretários e diretores municipais se reuniram para viabilizar demandas da área rural. O tema principal do encontro foi sobre a importância do cadastramento da população do campo no e-SUS, ferramenta que individualiza os dados dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), de modo a otimizar o funcionamento de diversos setores das Unidades Básicas de Saúde, que estão abaixo da realidade. A coordenadora do Programa de Agentes Comunitários de Saúde, enfermeira Margarida Amorim, informou que pelo levantamento do Sistema de Informação em Saúde (e-SUS) são apenas 1.100 as pessoas que estão cadastradas e corresponde somente às áreas de Mutuns, Itamaracá e Roça do Povo. Já o Censo, totalizou 5.042 no último levantamento executado em 2017.

(Saiba Tudo, Click Abaixo)




A secretária de Saúde, Lívia Mendes Aguiar, está empenhada nesse projeto e conta com a ajuda das demais secretarias para proporcionar o quanto antes a atualização do cadastro, pois esse trabalho em nível municipal nunca foi realizado, o que acabou prejudicando quem mora nas áreas rurais.  

O objetivo da coleta de dados é melhorar o atendimento da população rural, através do remanejamento de Agentes Comunitários de Saúde (ACS). Com isso,  disponibilizar mais senhas nas unidades de saúde. Além disso, encaminhar os agricultores para o posto que corresponde a seu endereço, atualizar o calendário de vacinação e  trabalhar a prevenção de doenças para melhorar a qualidade de vida de quem mora nas áreas rurais.

A diretora do Departamento de Atenção Básica,  Alessandra Lopes, ressaltou o papel do Agente Comunitário de Saúde, pois é ele que tem contato direto com as pessoas e conhece de suas necessidades. É o agente que faz o cadastro das famílias, passando todas as informações para o e-SUS.

RECUPERAÇÃO DE ESTRADAS

Presente ao encontro o superintendente de Serviços Públicos, Francisco de Sousa Lino Filho, disse que o prefeito Augusto Castro (PSD), pediu empenho na recuperação das estradas vicinais. “Estamos aguardando finalizar o processo de licitação de máquinas e materiais para dar continuidade ao trabalho de conservação da malha rural. Trabalho esse que vinha sendo feito de forma rotineira aproveitando  a licitação anterior que venceu recentemente”, explicou Sousa Lino.

A conservação de estradas e ramais foi um pedido dos presidentes de associações que informaram a dificuldade no acesso às suas pequenas propriedades e para o escoamento da produção em direção ao mercado consumidor.

Já o diretor de Agricultura da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, Rodrigo Haun, se colocou à disposição para ajudar no cadastramento no e-SUS e na questão das estradas, já que é a secretaria que está mais presente no dia a dia do campo e sabe das necessidades dos agricultores familiares.

O presidente da Associação de Agricultores do Serrado, Cosme Neves, disse que o dia foi de esperança, pois foi a primeira vez que viu  tantas pessoas unidas no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Itabuna para resolver problemas do homem do campo.

“Desde já agradeço ao prefeito Augusto Castro por olhar para nosso povo que é quem traz boa parte do alimento para a população de Itabuna. Também notei que o prefeito está engajado em ajudar o povo da roça”, citou Cosme Neves.

Além dos representantes da Secretaria de Saúde e do Superintendente de Serviços Públicos, também estiveram presentes ao encontro, o secretário de Governo, Josué Brandão Júnior, o diretor de Agricultura, Rodrigo Haun, o gerente de Agricultura, Associativismo e Cooperativismo, Miranildo Góes, da Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente,e representantes das secretarias de Educação, Regiane Cruz, e da  Promoção Social e Combate à Pobreza, Rafael Sousa, e da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), Diego Pitanga.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito