i

i

pmi

câm

câm

itac

itac

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Adventistas entregam kits para famílias itabunenses com apoio do governo americano

Um grupo de famílias desabrigadas de Itabuna recebeu 1.340 kits, que incluem produtos de  limpeza, higiene pessoal,  colchões , travesseiros, talheres, pratos, copos, lençóis com fronhas,  toalhas de banho e  de rosto, frigideiras e  panelas. A entrega aconteceu na tarde de ontem, dia 27, na União dos Servidores Municipais de Itabuna (Usemi).  Os donativos foram provenientes da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) em parceria com a Embaixada, o Consulado e a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID).  Além disso, também foi entregue um cartão solidário, fruto de outra parceria entre a ADRA e  a empresa de crédito Sodexo.

(Saiba Mais, Click no Ícone Abaixo)





Os kits foram doados através da ADRA Internacional para 268 famílias cadastradas pela própria Agência, representando a Embaixada dos Estados Unidos, de acordo com a cônsul-geral no Rio de Janeiro, Jacqueline Ward. Ela enfatizou o quanto era gratificante para a população e o governo americanos poderem contribuir para amenizar o sofrimento das famílias que sofreram as graves consequências das cheias que atingiram o Estado da Bahia.

A cônsul americana revelou ainda que, em audiência com o governador Rui Costa, em outubro passado, a USAID já havia formalizado proposta de parceria para apoiar financeiramente projetos voltados às populações em situação de vulnerabilidade social na Bahia.

“Com o estado de emergência provocado pelas chuvas, o governo americano estabeleceu parceria com a ADRA Internacional, com vasta experiência e eficiência no socorro a pessoas em situações de catástrofes, para que a ajuda e a solidariedade do povo americano pudesse chegar o mais rápido possível às regiões mais afetadas no Estado da Bahia”, disse a diplomata americana.

Ela disse ainda que a parceria proposta ao Governo do Estado será concretizada a longo prazo, à medida que os projetos forem desenvolvidos e submetidos à apreciação da USAID. Neste primeiro momento de emergência, acrescenta a cônsul, foram investidos um total de R$ 750 mil para ajudar as famílias em suas necessidades básicas.

O secretário de Governo, Josué Brandão Júnior, representou o prefeito de Itabuna, Augusto Castro, na solenidade, e destacou o sentimento de gratidão manifestado pelo Chefe do Executivo itabunense e pelo governo municipal, que puderam testemunhar
gestos e ações de solidariedade de voluntários, igrejas,  entidades nacionais e internacionais depois da maior tragédia climática registrada na história do município, superando a de 1967.

“A maior lição que podemos tirar deste momento é que, com a graça de Deus, estamos vivos para contar a história de superação às futuras gerações. Em nome do prefeito Augusto Castro, agradecemos ao governo americano, a ADRA e a todos aqueles que estão atuando voluntária e solidariamente conosco para atender às famílias desabrigadas e desalojadas”, disse Júnior Brandão.

Os dirigentes da ADRA Brasil e ADRA Bahia, pastor Fábio Salles e Leonardo Mendes, respectivamente, fizeram um breve histórico da atuação humanitária da Agência em Itabuna e em outros municípios baianos em situação de emergência pelas chuvas. Ao final, o presidente da Associação Adventista do Sul e Extremo Sul da Bahia, pastor Cleiton Motta,  agradeceu a parceria da USAID e do governo dos Estados Unidos no apoio à Prefeitura de Itabuna.
 
As famílias beneficiadas são dos bairros Urbis IV, Gogó da Ema, Sarinha Alcântara, Conjunto Habitacional Ceplac, Rua da  Bananeira,  Rua de  Palha e Nova Ferradas, depois de escolhidas pela própria Agência Adventista. Além dos kits,  a ADRA colocou à disposição da população os serviços de uma carreta que atendeu mais de mil pessoas com serviços de lavanderia, atendimento psicológico e clínico e fornecimento diário de 300 marmitas.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito