i

i

pmi

câm

câm

itac

itac

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Em Itabuna, pacientes acamados podem receber atendimento médico especializado em casa.


Pacientes acamados ou com extrema dificuldade de locomoção contam com um importante serviço que, além de facilitar a vida de pessoas que se encontram debilitadas, também contribui para a desospitalização. Trata-se do Programa Melhor em Casa (PMC), que é disponibilizado pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde.

(Saiba Tudo, Click no Ícone Abaixo)




O Melhor em Casa integra o Departamento de Média e Alta Complexidade da Secretaria Municipal de Saúde e foi disponibilizado para o município, desde 2020. A gestora do PMC, a enfermeira Nathana Piloto, explica que é um serviço de atendimento domiciliar para pacientes que são acamados ou que precisam de um suporte multiprofissional na própria residência.

“Nosso objetivo é evitar hospitalizações desnecessárias de pessoas que podem ser atendidas em seus domicílios pela equipe de saúde. Desse modo, ao invés desses pacientes permanecerem internados em hospitais, eles recebem atendimento especializado em casa, diminuindo consideravelmente os riscos de infecção hospitalar e liberando leitos hospitalares para pacientes mais instáveis”, esclarece.

Nathana Piloto explica que os pacientes são referenciados pelas unidades de saúde (hospitais, atenção básica e clínicas especializadas), mas lembra que qualquer pessoa que se enquadre nos critérios do programa pode solicitar o acompanhamento da equipe de saúde através da Unidade de Saúde mais próxima de sua residência ou do serviço de Assistência Social do hospital, caso o paciente esteja internado.

Atualmente, o Programa Melhor em Casa atende a 75 pacientes em Itabuna. “Nossa meta constante de trabalho é reabilitá-los com maior eficiência e eficácia para conseguirmos dar alta e admitir novos pacientes”, frisa a enfermeira Nathana Piloto. Dezessete profissionais de diversas áreas trabalham no PMC. Entre eles, enfermeiros, médicos, técnicos, assistente social, fonoaudióloga, nutricionista, psicóloga e fisioterapeutas.

CRITÉRIOS DE ATENDIMENTO

Entre os critérios definidos pelo Ministério da Saúde estão: o paciente acamado ou domiciliado (aquele paciente não tem condições físicas para o atendimento no posto de saúde); paciente com necessidade de adaptação de órtese/prótese; necessidade de paracentese (inserção de uma agulha dentro da cavidade abdominal para a remoção de líquido); de medicação parenteral, de fisioterapia, entre outras. Mais informações sobre o Programa Melhor em Casa também podem ser obtidas pelo (73) 98180-1700.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito