i

i

pmi

câm

câm

itac

itac

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Prefeitura de Itabuna começa a entregar escolas municipais reformadas

 

Assegurar a alunos, professores e demais profissionais da comunidade escolar um espaço educacional mais digno, seguro e humanizado. É com este objetivo que a Prefeitura de Itabuna inicia no próximo dia 20 a entrega das primeiras unidades educacionais da Rede Pública Municipal de Ensino que foram reformadas, após longo período sem intervenção de requalificação ou de manutenção na infraestrutura.
(Saiba Mais, Click no Ícone Abaixo)



A Secretaria Municipal de Educação (Seduc) traçou um cronograma com a entrega à comunidade de 12 escolas. As primeiras unidades que integram o atual pacote da gestão do prefeito Augusto Castro (PSD) são: as escolas Novo Horizonte, João Alves Araújo, Maria Pinheiro, Professora Florípedes de Oliveira, além da Escola Creche Elzo Pinho de Magalhães. Para o dia 25 está programada a conclusão da reforma do Grupo Escolar Everaldo Cardoso Silva, da Escola Pedro Lemos e da Creche Pequeno Aprendiz.

Para o dia 30 de março, está prevista a conclusão das obras de reforma das escolas municipais Heribaldo Dantas e Amélio Cordier. Finalizando a primeira etapa do Programa de Requalificação das Escolas Municipais, no dia 15 de abril, é esperada a conclusão das obras no Instituto Municipal de Educação Aziz Maron (Imeam) e do Centro Psicossocial de Educação Inclusiva (Cepei).

Uma das ações fundamentais do prefeito Augusto Castro para este segundo ano de governo é o Programa de Requalificação das Escolas Municipais, que tem exigido um esforço por parte da Secretaria Municipal da Educação. Por isso, o Departamento de Infraestrutura da Seduc produziu um relatório situacional e vem acompanhando o trabalho da empresa responsável pela execução das obras, depois de vencedora da concorrência pública.

De acordo com o diretor de Infraestrutura da Secretaria da Educação, Eugênio de Abreu Júnior, era urgente promover intervenções em mais de 80% dos 92 prédios que funcionam como escolas ou creches municipais. O diagnóstico foi feito a partir das vistorias dos engenheiros nas unidades escolares, considerando as notificações encaminhadas  pela infraestrutura da Seduc, além das informações passadas por gestores e colegiados escolares.

Abreu Júnior acrescenta que, para além das 12 escolas agora reformadas, o governo municipal também investiu em pequenas intervenções e reparos em outras 12 unidades escolares e creches para assegurar de condições de retorno às aulas presenciais para o ano letivo de 2022.

O diretor disse ainda que o Programa de Requalificação das Escolas Municipais, mais que uma reforma, implica na total requalificação considerando aspectos que vão desde aproveitamento da iluminação natural às cores que devem tornar mais harmonizados e humanizado os espaços educativos.


0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito