i

i

pmi

AG

AG

câm

câm

itac

itac

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




A Praça José de Almeida Alcântara (Jardim do Ó) Será reinaugurada nessa Qui- 17/03

Um dos logradouros mais conhecidos da cidade, o Jardim do Ó, passou por obras de requalificação executadas pela Prefeitura de Itabuna e será entregue à população às 17 horas da próxima quinta-feira, dia 17, pelo prefeito Augusto Castro (PSD). As obras foram executadas pela Secretaria de Infraestrutura e Urbanismo, sob a titularidade do secretário Almir Melo Jr. As obras incluíram a troca de meio-fio, implantação de rampas de acessibilidade e piso tátil, assentamento de piso intertravado e pedra portuguesa, paginação artística do piso formando rosa dos ventos no centro da praça, iluminação em LED, paisagismo, mobiliário e pavimentação asfáltica do entorno. 
(Saiba Tudo, Click no Ícone Abaixo)




 Há anos que o Jardim do Ó não tinha manutenção alguma. O que pouca gente sabe é sua verdadeira denominação: Praça José de Almeida Alcântara, uma homenagem ao ex-prefeito (1959-1963/ 1967-1968) e ex-deputado estadual (1963-1967). Um busto seu será recolocado. Mas não será possível a escultura em chapa de ferro de 1 cm com quatro faces coloridas com o recorte de colher, em homenagem ao ex-prefeito, concebida pelo falecido artista plástico Paulo Cardozo. A estrutura desabou em janeiro de 2012, depois de ter sido erguida em 1994. A última reforma da praça aconteceu em 2014. A colher foi símbolo das lendárias campanhas políticas de Alcântara pelo Partido Libertador (PL) e Aliança Renovadora Nacional (Arena), respectivamente. Por meio da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), a Prefeitura de Itabuna, recebeu laudo negativo dos artistas plásticos contatados para a recuperação do monumento. “Depois de avaliação na obra ficou constatado danos irreversíveis em sua estrutura básica de sustentação, com corrosões desagregadoras nas ligações, o que inviabiliza uma restauração à altura de sua composição original” diz declaração do concepcionador itabunense Renart também assinada pelas artistas plásticas Célia Messias e Valdirene Borges.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito