i

i

pmi

AG

AG

câm

câm

itac

itac

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Itacaré- Projeto “Oxe, É Jazz” continuou neste sábado com muita música

 

Boa música em uma das cidades mais bonitas do Brasil. Assim foi a abertura da primeira edição do Projeto “Oxe, é Jazz”, em Itacaré, uma realização da Mais Ações Integradas com patrocínio do Governo do Estado da Bahia e apoio da Prefeitura Municipal, que busca trazer boa música e revelar grandes talentos.  O evento é aberto ao público e continua neste sábado, a partir das 19 horas, na Praça da Mangueira, no bairro da Pituba, trazendo grandes atrações internacionais.

(Saiba Tudo, Click no Ícone Abaixo)



 



O projeto foi aberto em grande estilo com a apresentação do clarinetista residente em Ilhéus, Juvino Filho Quarteto, que fez um repertório mesclando o jazz com o choro e o universo da música popular brasileira, com uma formação que incluiu clarinete, acordeon, bateria e baixo. A sequência da noite contou com Saravá Jazz Bahia, uma banda de Salvador liderada pelo guitarrista e pesquisador musical, Márcio Pereira, que funde vertentes da música negra brasileira com elementos do jazz.


 


E neste sábado a cantora americana de blues/jazz/soul, residente em Itacaré, Sandy Hill, apresentou um novo trabalho em formato de quinteto. Também se apresenta o quarteto Putorkestra. Liderado pelo saxofonista Zezo Maltez, de Ilhéus, o grupo já se apresentou em alguns festivais e desenvolve um trabalho predominantemente autoral.

 



Oxe, é Jazz - O Jazz surgiu no Sul dos Estados Unidos e mistura vários ritmos afro-americanos. No estado que tem a capital com mais negros fora da África, acontece a primeira edição do evento que visa propagar o ritmo em diferentes partes da Bahia. O evento terá noites inspiradas em nomes como Louis Armstrong, Billie Holiday e Miles Davis. O evento acontece nos meses de abril e maio, em um final de semana por mês. Sobre o jazz - O ritmo surgiu entre 1890 e 1910 em Nova Orleans. Marcado pela improvisação, o swing e os ritmos não lineares, em suas raízes na música negra americana. A maior influência do jazz foi o Blues, também derivado das canções de trabalho dos negros.

 



Com o passar dos anos, muitos sub-gêneros surgiram dessa mesma raiz. São estilos de jazz Swing e Big bands (os primeiros estilos jazzísticos de destaque), Bebop e Hard bop (Estilos de jazz mais "radicais", com sonoridades mais complexas e rápidas), Cool jazz e Soul jazz (Apresentam maior suavidade e linhas melódicas maiores), Free jazz (estilo mais experimental, livre e descompromissado com a simetria sonora), Fusion jazz (mesclado com rock) e o latino (misturado com os ritmos da região).




0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito