i

i

pmi

AG

AG

câm

câm

itac

itac

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Prefeitura de Itabuna realoca ambulantes que vendem alimentos na Praça Camacã


A Prefeitura de Itabuna, por meio da Secretaria Municipal de Segurança e Ordem Pública (SESOP), realocou nesse dia 30, na Praça Otávio Mangabeira um grupo de 15 ambulantes que vendem alimentos. A medida marca o início do cumprimento da recomendação do Ministério Público da Bahia (MP-BA) que deu  prazo de até 45 dias para o reordenamento. O diretor de Feiras e de Comércio Informal da SESOP, Leone Valverde,  disse que há 15 dias houve a notificação da necessidade de irem para o novo local, o que foi reafirmado na sexta-feira passada, dia 27. (Saiba Mais, Click no Ícone Abaixo)



“Por isso a resistência foi mínima, prevalecendo o entendimento e o diálogo como recomendado pelo secretário Humberto Mattos e o prefeito Augusto Castro”, declarou



A partir desta segunda-feira será intensificada a fiscalização na Avenida do Cinquentenário, calçadão da Rui Barbosa e praças públicas do centro da cidade para impedir que a recomendação do MP-BA seja descumprida. “Um grupo de fiscais vai circular durante todo o dia, pois fizemos a demarcação de espaços na Praça Otávio Mangabeira para atender às necessidades dos ambulantes que passam a dividir a área com o estacionamento de motocicletas”, informou o diretor.



Em até  90 dias, os demais setores do comércio informal também serão remanejados para outra área sempre com o diálogo com os técnicos da SESOP. . “O foco é o diálogo para que possamos encontrar uma solução. Sabemos que o comércio informal é útil,  saudável para Itabuna e fonte de renda para muitas famílias”, afirmou o secretário Humberto Mattos.

A ação do MP-BA foi provocada pela Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), tendo resultado na assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) pela Administração Municipal. A realocação dos ambulantes também cumpre o que determina o Código de Posturas do Município, em vigor desde 1985.

SANITÁRIOS

 Nesta segunda, a SESOP interditou os sanitários da Feira Livre do São Caetano, tendo instalado mais dois  conjuntos de sanitários químicos na Praça Simão Fiterman. Agora totalizam seis., sendo três femininos e três masculinos. A interdição decorreu de denúncias de uso do local para tráfico de drogas e prostituição. 

Segundo ele, em abril passado a Prefeitura tinha instalado quatro conjuntos no São Caetano, 10 no Centro Comercial, principal equipamento de comercialização de hortigranjeiros da cidade, e outros seis na Feira Livre do Califórnia.  “Com isso, houve  reforço para o bem-estar de feirantes e consumidores”, disse Leone Valverde.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito