i

i

J.M

J.M
CLICK NA IMAGEM- DIRECIONAMENTO AUTOMÁTICO

pmi

AG

AG

Itac

Itac

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




FICC homenageia escritores itabunenses com a “Noite das Estrelas”


Com o projeto “Estrelas de Itabuna: Escritores”, a Prefeitura de Itabuna, por meio da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), pretende homenagear,  valorizar o escritor itabunense e repetir o mesmo sucesso do ano passado. O evento acontecerá na segunda-feira, dia 25, a partir das 19 horas, no Teatro Municipal Candinha Dórea dentro da programação do aniversário do município, que completa 112 anos de emancipação político-administrativa.

(Saiba Tudo, Click no Ícone Abaixo)



Promovido pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania, com a parceria da Academia de Letras de Itabuna (ALITA), o projeto apresentará uma série de atividades ligadas ao mundo da literatura itabunense, a exemplo de lançamento de livros, recitais de poesia, roda de conversa e a entrega de Placas de Mérito aos escritores que se destacaram durante o ano em prosa e verso.


De acordo com a diretora de Marketing da FICC, Geisa Bahia, o projeto “Estelas de Itabuna”, que também homenageia o Dia Nacional do Escritor, tem ainda uma importante missão: promover lançamentos de livros de autores itabunense tanto para divulgar suas obras, quanto para aquecer o mercado editorial, além de realizar atividades artísticas com performances poéticas.


Para ela, o momento é importante também porque cria oportunidades para o debate sobre a produção literária local, através de rodas de conversas com convidados e mediadores. “Nesse dia, serão homenageados cinco grandes escritores itabunenses que só serão conhecidos no decorrer da programação”, adianta a diretora de marketing, que desenvolve o projeto ao lado da diretora de Planejamento da FICC, Bruna Setenta.


Ela lembra que  Itabuna, ao longo de sua história, se projetou como uma cidade rica em nomes que se destacam no cenário da literatura regional, estadual, nacional e internacional também. Ela destaca entre eles, Jorge Amado, Cyro de Mattos, Hélio Pólvora, Valdelice Pinheiro, Telmo Padilha, José Bastos, e outros que engrandeceram e engrandecem o nome da nossa cidade além fronteiras.


“Homenagear, reconhecer e valorizar profissionais destes segmentos culturais tão profícuos em nossa cidade, se constitui em respeito e admiração pelas obras literárias das gerações que nos antecederam e um compromisso de incentivo e apoio para as novas gerações de escritores” , frisou Geisa.


Ela confirma que a literatura é uma poderosa ferramenta de transformação, por carregar referências capazes de criar uma identificação com o leitor, despertando-o para o gosto da leitura, do conhecimento, da imaginação e criatividade e, especialmente, para a formação de uma consciência crítica e cidadã.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito