EXPOITA

EXPOITA

Frigobom da Av, Ilhéus

Frigobom  da Av, Ilhéus

EXPOITA 2017

EXPOITA 2017

Adsense

DIVINO FOGÃO ITABUNA

DIVINO FOGÃO ITABUNA



Respeito ao paciente é prioridade para nova gestão do Hospital de Base de Itabuna

Propondo como metas o resgate da credibilidade, bem como a resolutividade, eficiência e humanização dos serviços e, principalmente, o respeito aos pacientes internados e atendidos no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (HBLEM), o presidente da Fundação de Assistência à Saúde de Itabuna (Fasi), José Leopoldo, informou nesta sexta-feira (6) que o prefeito Fernando Gomes determinou a adoção de diversas medidas para garantir o funcionamento do Hospital, que já foi referência em atendimento de qualidade no interior da Bahia.
VEJA OS VÍDEOS- Leopoldo e Zé Henrique



José Leopoldo




Dr. Zé Henrique




Dentre as medidas anunciadas, Leopoldo destacou a negociação com os fornecedores de insumos, suprimentos e medicamentos para o Hospital de Base. “Por meio do diálogo, conseguimos estabelecer que, mesmo sem ter quitado débitos anteriores, estes fornecedores continuarão atendendo as necessidades de abastecimento do Hospital. Com isto, o funcionamento não ficará comprometido”, argumentou o presidente da Fasi.
Leopoldo ressaltou que aguarda para os próximos dias o repasse dos recursos da Secretaria Municipal de Saúde para que sejam efetuados os pagamentos dos fornecedores. “Neste sentido, temos contado com a sensibilidade do prefeito Fernando Gomes e do secretário de Saúde, Vitor Lawinsky, que compreendem a importância do Hospital de Base para a população de Itabuna e de mais de 120 municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia”, disse.
Medicamentos


Sobre a falta de medicamentos que vinha comprometendo nos últimos meses a recuperação da saúde dos pacientes atendidos no Hospital de Base, Jospe Leopoldo adiantou que na última quarta-feira (4) chegou um carregamento de antibiótico e quer novas compras estão sendo providenciadas. “A determinação do é que nenhum paciente seja desrespeitado em seu direto de atendimento integral a ponto de que ter ele mesmo que comprar seus medicamentos”, elucidou.
O presidente da Fasi disse ainda que a manutenção do HBLEM representa um custo muito elevado e que os recursos captados são insuficientes. Ele destaca que é preciso uma gestão financeira eficiente e comprometida para torná-la sustentável e racional. “Portanto, a nossa meta nestes próximos quatro anos é trabalhar para que o Hospital de Base de Itabuna volte a ser referência e funcione plenamente, já que contamos com uma das melhores equipes médicas do interior do estado formada por cirurgiões, anestesistas, bucomaxilo, angiologista, ortopedistas, clínicos e até mesmo cardiologista de plantão ou de sobreaviso ”, completou Leopoldo.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito