Adsense

DIVINO FOGÃO ITABUNA

DIVINO FOGÃO ITABUNA



Itabuna- Projeto apoiado pela FURC capacita 100 agentes comunitários


A Fundação Regina Cunha de oftalmologia e Prevenção a Cegueira – FURC recebeu na última quinta-Feira (16), o II Projeto Internacional de Baixa Visão: caminhando com autonomia, independência e desenvolvimento.  O projeto pioneiro em trazer uma melhor qualidade de vida aos portadores de deficiência visual 


é mantido pela Fundação Altino Ventura, Lions/ Distrito LA-3, o Christian Blind Mission (CBM) e parceiros Alemães.
 Na ocasião a Dra. Luciene Chaves e a Psicoterapeuta Lucyjane Lobo do II Projeto Internacional de Baixa Visão, capacitaram 100 Agentes Comunitários de Saúde de Itabuna com o objetivo de melhorar a triagem de pacientes com deficiência visual, além de melhorar o acesso dos pacientes com baixa visão e de baixa renda aos serviços especializados.
No Brasil, existem mais de 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual, sendo 582 mil cegas e 6 milhões com baixa visão (Censo 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A deficiência visual interfere nas habilidades e capacidades e afeta não somente a vida do indivíduo como também da sua família e sociedade. O combate à cegueira e a reabilitação visual é considerado uma prioridade pelo Programa Visão 2020 – iniciativa global da OMS, para eliminar a cegueira evitável. No Brasil, o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência - Viver sem Limite, foi lançado no dia 17 de novembro de 2011.
O II Projeto Internacional de Baixa Visão – Caminhando com autonomia, independência, e desenvolvimento foi criado para somar esforços junto a iniciativa do Projeto Viver sem Limites, para fortalecer oito serviços de baixa visão localizados nos Estados Federativos representados pelos seguintes serviços: (Fundação Altino Ventura – Pernambuco; FUNAD – Paraiba; Hospital de Olhos de Sergipe – Sergipe; CERVI- Alagoas; Hospital Geral de Fortaleza – Ceará; Universidade Ferderal do Amapá – Amapá; Oculistas Associados – Roraima e Fundação Regina Cunha - Bahia), para exame e conduta de pacientes com baixa visão.

Foto legenda: Os Agentes Comunitários de Saúde foram capacitados com o objetivo de melhorar a triagem de pacientes com deficiência visual  

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito