Adsense

CDL

CDL

DIVINO FOGÃO ITABUNA

DIVINO FOGÃO ITABUNA

emasa

emasa



Itabuna- 1º Ano de Equoterapia do Esquadrão de Polícia Montada

Foi comemorado na manhã dessa terça feira 25/04 o 1º ano de implantação do programa de Equoterapia do Esquadrão de Polícia Montada de Itabuna sob o comando do Major PM Adriando e do Sub tenente Faustino.
A solenidade contou com a presença de autoridades civis, militares, eclesiásticas,  profissionais da área e de usuários do serviço.



Participaram os vereadores Júnior Brandão e Manoel Júnior, Lívia Macêdo representando o prefeito de Itabuna, e ainda representantes da secretaria de assistência social, o secretário de saúde da cidade de Itacaré, o Sr. Ricardo Lins e representantes de vários municípios que se interessam pelo programa.
Foram entregue títulos de homenagens a pessoas que se destacaram pelos serviços prestados ao programa.
O evento encerrou com um delicioso café da manhã e uma apresentação do atendimento da Equoterapia.
A equipe é formada por fisioterapeutas, psicólogos e outros voluntários.
Mais detalhes do programa vejam nos vídeos de apresentações.


1º Vídeo

O Hino


2º Vídeo

Faustino


3º Vídeo

Maj. Adriano


Ao longo dos anos a medicina e suas atividades complementares buscam encontrar diferentes meios de ajudar na reabilitação da coordenação motora e psicológica das pessoas com deficiência e/ou necessidades especiais. Nesse contexto, surge a equoterapia, tratamento que utiliza o cavalo como ferramenta terapêutica, e que comemora no mês de abril um ano de atividades iniciadas em Itabuna. Na Bahia existem 13 esquadrões de Policia Montada e todos eles possuem uma sessão voltada especificamente para equoterapia.

Em Itabuna, o projeto conta com uma equipe multidisciplinar composta por 15 profissionais voluntários que atendem 45 pessoas todas as terças-feiras. Segundo o Major Adriano, comandante do esquadrão de montaria da Polícia Militar, para participar do projeto o paciente tem que ter o encaminhamento médico e passar pelo crivo da equipe multidisciplinar, visto que nem todos que são encaminhados possuem condições de realizar as atividades da equoterapia.


MAIS FOTOS























































0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito