i

i

CVR1

CVR1

PRF

PRF

cm

cm

Adsense




Prefeitura de Itabuna capacita funcionários das áreas de licitações, contratos e compras


A Prefeitura de Itabuna, por meio da Secretaria de Gestão e Inovação, promoveu na tarde desta segunda-feira, dia 12, no Teatro Candinha Dórea, um treinamento e capacitação de 40 servidores públicos municipais vinculados aos setores de licitações, contratos e compras e de contabilidade. O curso foi ministrado por técnicos da empresa Marla Oliveira Consultoria Jurídica. Segundo o secretário José Alberto Lima Filho, a capacitação visa à melhoria da prestação de serviços nas áreas de licitações, compras e contratos,

(Saiba Mais, Click Abaixo)



 além de melhor preparar as equipes para que tornem mais ágeis os procedimentos e decisões e a gestão municipal tenha ganhos de eficiência. “Nossa gestão deu um passo significativo para tornar eficientes e transparentes as contratações públicas, que foi aproveitar o conhecimento técnico de servidores efetivos. Uma parcela pequena de servidores da Prefeitura de Itabuna são novatos”, disse.

E acrescenta: “Ainda assim, contando com toda a experiência de quem já lida com essas demandas há algum tempo ou contando com o apoio dos novatos que estão se familiarizando com a realidade do município de Itabuna, entendemos que promover uma roda de conversas, um momento de encontro e compartilhamento de experiências é fundamental para atualizar as informações, as especificidades da Administração tendo como plano de fundo a questão da pandemia e os aspectos legais de todo e qualquer contrato.”


Na abertura, o prefeito Augusto Castro desejou sucesso aos funcionários participantes, tendo declarado que deseja que tenham qualificação técnica para que estejam protegidos os preceitos irrefutáveis da Administração pública: “Transparência, legalidade e necessidade. Com esses preceitos, tenho a certeza de que a máquina pública funcionará de maneira ainda mais eficiente”, disse. Os cursos foram ministrados pelos consultores Marla Oliveira e Railson Pinho, especialistas e mestrandos em Direito e Administração Pública pela Universidade de Buenos Aires.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito