i

i

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Itabuna- CMPCI Elege Nova Mesa Diretora P/ o Biênio 2021 / 2023

 

O Conselho Municipal de Políticas Culturais de Itabuna (CMPCI) concluiu, na última sexta-feira (20), os atos normativos referentes à nova composição do conselho e sua mesa diretora. Os conselheiros recentemente empossados elegeram o ativista cultural Egnaldo França como o novo presidente, substituindo a então presidenta interina Bruna Setenta. A cantora Ize Duque também foi eleita na chapa como secretária e o comunicólogo Eric Souza como suplente, eleição unânime e que vale para o biênio 2021-2023.
(Veja Tudo, Click Abaixo)

 




Tendo uma composição paritária entre membros da sociedade civil e órgãos públicos, estiveram presentes o secretário municipal de Governo, professor Josué de Souza Brandão Júnior, os integrantes da equipe gestora da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), Ireni Leão, Leonardo Fraga, Júlia Rovena e Bruna Setenta (esta última ali presente também na condição de presidente interina, cujo mandato, de 2018 à 2020, se estendeu até agosto de 2021 em função da pandemia da Covid-19) e ainda Lucas Oliveira e Manassés de Oliveira Moreira, pela Secretaria Municipal da Educação; Maria de Fátima M. Dias Braga, representando a Fundação Marimbeta; Ize Duque Magno, a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB); e George Lessa Silva, o Centro de Cultura Adonias Filho.

 


Entre os assentos da sociedade civil, participaram Aloizio Palmeira de Lima (titular do setorial de Música), Lourdes Maria Lima Alves e Maria Helena Vasconcelos (respectivamente, titular e suplente do setorial de Artesanato), Lula Dantas (presidente de honra do CMPCI e titular do setorial de Cultura Afro-brasileira), Egnaldo França (titular do setorial de Cultura Popular e Identitária), Sônia Amorim (titular do setorial de Literatura), Victor Aziz (titular do setorial de Audiovisual), Tâmela França e Hans Muller (titular e suplente do setorial de Artes Cênicas), Evandro Mendes Guimarães (titular do setorial de Artes Visuais) e Eric Souza (titular do setorial de Comunicação Social).




 

Também participaram e assistiram à reunião, realizada virtualmente pela plataforma Google Meet, Cristiane Santana, Zenon Moreira e Deivid Bezerra dos Santos.

 

Para o presidente de honra Lula Dantas, “é muito importante que a os setores da cultura de Itabuna estejam tão engajados como no atual momento nas questões que estruturam e organizam as políticas públicas do setor, especialmente no contexto da pandemia, destacando o papel do CMPCI como um importante instrumento de controle social dessas políticas e elegendo pessoas que realmente se envolvem e se comprometem sensivelmente com essas questões”.

 

O CMPCI de Itabuna tem funções de acompanhamento, fiscalização, consultivas, propositivas e deliberativas nos direcionamentos das políticas culturais do município. Trata-se do órgão que caminha junto com a FICC e demais instituições de Cultura nos processos decisórios do setor.

 

Para o novo presidente Egnaldo França, “o desafio que se assoma é do tamanho da importância dos trabalhos que foram realizados pela presidenta Bruna Setenta, que conduziu o conselho de maneira austera, comprometida e responsável, especialmente durante a pandemia. As questões da cultura em Itabuna são muitas e diversas e perseveram em dificuldades quando se observa o contexto pandêmico. Queremos buscar os caminhos que incentivem e fomentem a nossa identidade cultural, dando continuidade à valorosa atuação desta presidenta que fez um trabalho brilhante e dando ênfase ao papel e à importância do CMPCI em Itabuna”, disse o presidente eleito.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito