i

i

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Itacaré- Carreata marcou a abertura do Agosto Lilás


Um mês inteiro de conscientização e luta para combater a violência contra a mulher. Assim será a campanha Agosto Lilás em Itacaré, uma iniciativa que vai contar live, palestras educativas, panfletagens, além da campanha de divulgação dos canais de denúncias dos casos de violência contra a mulher. E a campanha foi aberta nesta quinta-feira com uma carreata pelas ruas de Itacaré. Realizada pela Prefeitura, através das secretarias de Desenvolvimento Social, Comunicação e Esportes, Mulher e Juventude, o Agosto Lilás tem como objetivo conscientizar a todos sobre a importância da prevenção, enfrentamento e o combate à violência contra a mulher,

(Saiba Tudo, Click Abaixo)



E as atividades continuam. De acordo com a programação, nesta sexta-feira, às 18 horas, será a vez da live com o tema “Agosto Lilás - Campanha de conscientização à violência contra a mulher”, tendo como palestrantes a juíza de direito da comarca de Itacaré, Diva Maria Maciel Rocha Monteiro de Castro, a psicóloga Ana Paula Laranjeiras e a advogada Luamar Sepúlveda.



 A transmissão será pelo Youtube, canal ITACAREBAHIAOFICIAL. Neste sábado, dia 07 de agosto, as atividades continuam com a panfletagem no distrito de Taboquinhas, a partir das 10 horas da manhã.

 


O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, falou da importância do Agosto Lilás, como forma de orientar e envolver a todos para que denunciem e ajudem a combater a violência contra a mulher. A secretária de Desenvolvimento Social, Juliana Novaes, explica que a denúncia de violência contra a mulher pode ser feita em delegacias e órgãos especializados, onde a vítima procura amparo e proteção. Já o Ligue 180, central de atendimento à mulher, funciona 24 horas por dia, é gratuito e confidencial.

 



A Campanha Agosto Lilás foi criada em alusão à Lei Maria da Penha, sancionada em 07 de agosto de 2006, quando surgiu a necessidade de inibir os casos de violência doméstica no Brasil. A campanha nasceu com o objetivo de alertar a população sobre a importância da prevenção e do enfrentamento à violência contra a mulher, incentivando as denúncias de agressão, que podem ser físicas, psicológicas, sexuais, morais e patrimoniais.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito