i

i

itac

itac

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Itabuna- Sesop capacita Guarda Civil Municipal no combate à violência contra a mulher


Com duração de quatro dias, o Curso de Aperfeiçoamento da Patrulha Guardiã Maria da Penha, organizado pela Guarda Civil Municipal, será encerrado na manhã desta quinta-feira,  no auditório da sede da Secretaria Municipal de Saúde. O objetivo  é orientar os profissionais da GCM sobre o atendimento humanizado e qualificado para mulheres em situação de violência em Itabuna. As orientações e técnicas foram ministradas por Kaliana Fontes, Uilara Lopes, Paula Mendes e a GFEM Ângela Porto, integrantes do corpo técnico da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres do Estado da Bahia (SPM). 

(Saiba Mais, Click Abaixo)



Dentre os conteúdos programáticos abordados constaram gênero, raça, machismo patriarcado, a importância da desconstrução do machismo, a luta dos movimentos sociais e a luta das mulheres.



A cidade de Itabuna também está sendo a primeira no Estado da Bahia a ter uma ação continuada. “Isso é fruto do fortalecimento da parceria entre o Governo do Estado e Governo Municipal por se sensibilizar e reconhecer o avanço das políticas públicas voltadas para as mulheres” disse a técnica da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Kaliana Fontes.




A secretária municipal de Segurança e Ordem Pública, Mariana Alcântara, afirmou que o curso integra um programa de educação continuada na direção de profissionalização dos guardas-civis municipais, executado pela Administração do prefeito  Augusto Castro (PSD). Ela informa que ao todo foram 20 guardas civis de Itabuna e oito de outros municípios: Una, Itororó, Ibicaraí e Itajuípe

“O curso vista a preparação e treinamento de novos patrulheiras e patrulheiros da Guarda Civil Municipal na Patrulha Guardiã Maria da Penha e fortalecer a rede de apoio às mulheres. Por isso, também foram convidados policiais militares da Maria da Penha da PMBA, Ministério Público da Bahia e Poder Judiciário”, disse o GCM Waldir Francisco Santos, inspetor do Núcleo Educacional.

Atualmente a Bahia existem três patrulhas Maria da Penha: a primeira, em Alagoinhas, a segunda em Itabuna e a terceira, em Jacobina onde também houve a capacitação com técnicos da Secretaria de Políticas para as Mulheres.  Sendo que Itabuna foi a primeira cidade baiana a ser capacitada ainda em 2019 pela SPM.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito