i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




DILMA FICA P......DA VIDA COM SUAS GAFES


No ano passado, quando a ministra Dilma Rousseff comemorou o carnaval em Recife, perguntou ao prefeito da cidade, João da Costa (PT), se o maracatu era um bloco carnavalesco. Este ano, a pré-candidata do PT ao Palácio do Planalto volta à capital de Pernambuco para curtir a data festiva, e espera não ser alvo de críticas da oposição por mais um deslize. A oposição, óbvio, aproveita cada ato falho da ministra para criticar sua candidatura à Presidência. A gafe mais recente aconteceu na terça-feira. Em visita a Minas Gerais para visitar obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), Dilma chamou a cidade em que discursava de Juiz de Fora quando, na verdade, estava no município de Governador Valadares. Ao visitar o bairro Palmeiras com a comitiva do presidente, Dilma ainda chamou o lugar de Palmares. “Ela não é do ramo, confunde lugares, pessoas. Esse tipo de gafe quebra a identidade entre o candidato e o eleitor”, afirma o líder do Democratas no Senado, José Agripino (RN). Os episódios acabam causando constrangimentos à ministra. No ano passado, em Roraima, a troca de nomes não foi bem recebida quando a mãe do PAC participava da inauguração de um terminal de passageiros do Aeroporto Internacional de Boa Vista. “Esse país está mudando e Rondônia mudando mais rápido que nosso país”, afirmou, para cerca de 15 mil pessoas na capital de Roraima. Em seguida, um pequeno silêncio seguido de vaia anunciou o erro. A ministra então desculpou-se pelo equívoco. Dois meses depois, Dilma ganhou atenção involuntária em discurso no exterior. Ao abrir um dos eventos sobre a Amazônia na Conferência do Clima de Copenhague (Cop-15), a chefe da delegação brasileira afirmou que “o meio ambiente é, sem dúvida nenhuma, um obstáculo ao desenvolvimento sustentável”. O vídeo logo foi reproduzido na internet e pela imprensa brasileira. LOCALIZADOR: As gafes da ministra Dilma foram alvo de críticas de deputados estaduais do PSDB na Assembléia Legislativa de Minas Gerais. Depois de discursar no plenário, o ex-secretário de Saúde do governo de Minas, o deputado estadual Marcus Pestana (PSDB), entregou um localizador por satélite (GPS) ao líder do PT, o deputado Padre João (PT), para que a ministra se oriente e não chame mais Governador Valadares de Juiz de Fora. O deputado Lafayette Andrada (PSDB) pegou carona e levou a Padre João um mapa de Minas. “Confundir Guarará e Maripá, cidades pequenas na Zona da Mata, é uma coisa. Mas Valadares e Juiz de Fora, francamente, não é aceitável. São mais de 450 quilômetros de distância, dá para atravessar Portugal quatro vezes! Ela deveria, no mínimo, pedir desculpas”, atacou. O líder do PT, o deputado Padre João, levou a provocação com bom humor. “Na verdade, vou entregar isso para o PSDB, que está desnorteado com o crescimento da Dilma nas pesquisas. Que rumo o Aécio e o Serra vão tomar? Ninguém sabe. Eles é que precisam de GPS e bússola”, provocou o petista. CONSTRANGIMENTOS: "Eu queria desejar e dirigir um especial cumprimento às mulheres aqui da frente que hoje animam, sem dúvida, esse comício" (Ao iniciar o discurso sobre o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), em Belo Horizonte: abril de 2008); "Esse país está mudando, e Rondônia mudando mais rápido que nosso país" (Durante inauguração de terminal de passageiros do Aeroporto de Boa Vista, em Roraima: setembro de 2009); "O meio ambiente é, sem dúvida nenhuma, uma ameaça ao desenvolvimento sustentável" (Trecho de discurso na Conferência das Nações Unidas sobre mudanças climáticas, em Copenhague: dezembro de 2009); "Vocês aqui de Juiz de Fora, homens, mulheres, as crianças…" (Em Governador Valadares, durante visita a obras do PAC em Minas Gerais: terça-feira).
Recolado do blog,Val Cabral kkkkkkkkkkk.
3

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito