i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Sobre soberano, áulico, juízes e a aplicação das leis




Ao menos num terreno, o da legalidade, Lula não tem dado sorte nesta campanha de 2010. Vira e mexe a lei implica com o presidente.

Essa antipatia já lhe rendeu um par de multas. Coisa de R$ 15 mil. Vem daí que, na quinta (8) à noite, Lula chiou.

Falando para uma claque do PCdoB, o presidente alçou a fronte, encheu o peito como uma segunda barriga e tremeu a voz:

“Nós não podemos ficar subordinados ao que um juiz diz que podemos ou não fazer”. O “juiz”, no caso, é o Tribunal Superior Eleitoral.

Quem ouviu Lula ficou com a impressão de que o TSE,é subordinado vive a serviço dele.

Não compreende as agruras de um presidente às voltas com a necessidade de fazer de uma novata em urnas sua sucessora.

Como torná-la conhecida e desejada sem fazer campanha aberta? O mundo jurídico desabou sobre a cabeça de Lula.

Ophir Cavalcanti, presidente da OAB, considerou a manifestação do presidente "assustadora e incompatível com a responsabilidade do cargo".

Fernando Cesar Baptista de Mattos, presideente da Associação dos Juízes Federais do Brasil, enxergou nas palavras de Lula uma reincidência:

"Não é a primeira vez que comentários dessa natureza sobre decisões da Justiça Eleitoral são feitos pelo presidente".

Mozart Valadares Pires, presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, disse que Lula deveria saber que todos são iguais perante a lei:

“Ele, mesmo como presidente, não tem o direito de infringir a lei eleitoral".

Até parece que eles não sabem que quem manda é o ditador do PT.Se brincar ele depõe todos os ministros do TSE.E sabem quando é que ele vai pagar essas multas ?

È nunquinha.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito