i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Sebrae inaugurou novo ponto de atendimento em Itabuna

O prefeito de Itabuna,Capitão Azevedo, corta a fita de inauguração.


Momento do discurso do prefeito, a direita o chefe de cerimonial e secretário, Ramiro Aquino.

Aproximar cada vez mais as ações do Serviço Brasileiro de
Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) do público
empreendedor itabunense. Foi pensando assim que o órgão
inaugurou nesta quinta-feira (29) um novo Ponto de Atendimento,
instalado nas salas 1 e 2 do edifício Atlanta Center, no centro de
Itabuna.
O Ponto de Atendimento dispõe de espaços destinados a
treinamento e capacitação para até 30 pessoas por turno,
autoatendimento com cinco terminais, sala de gestores e de
coordenação. O ato contou com a presença do prefeito Capitão
Azevedo; do diretor Administrativo e Financeiro do Sebrae Bahia,
Antônio Marcos Lima de Almeida; do coordenador regional do Sebrae,
Renato Lisboa; do presidente da Associação Comercial, Eduardo
Fontes, do presidente da CDL, Jorge Braga, dirigentes de outras
entidades de classe, e de secretários municipais.
O prefeito destacou que o novo espaço do Sebrae é uma clara
demonstração do perfil empreendedor do município de Itabuna.
Azevedo disse ainda que o Ponto de Atendimento facilitará a
assistência aos novos investidores e a organização das pequenas e
micro empresas da cidade.
O prefeito adiantou que nos próximos dias o executivo
encaminhará à Câmara Municipal, para apreciação e votação, o
projeto de lei da micro empresa. O diretor do Sebrabe, Antonio
Marcos Almeida, ressaltou que a decisão do órgão em investir em
Itabuna, deve-se ao fato de Itabuna ser uma referência regional.
Segundo ele, os investimentos estão sendo feitos em recursos
humanos, com a contratação de profissionais especializados, que
estarão à disposição das entidades locais. “Esperamos que essas
ações reflitam positivamente no empreendedorismo local o mais
rápido possível, porque o Sebrae acredita que a pequena e micro
empresa têm que ter um tratamento diferenciado, como prevê a lei
que regulamenta o setor”, finalizou.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito