i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Assassino do extremo sul garante que perdeu as contas das vítimas

Um homem de aparência simples, de boa conversa e aparentemente acima de qualquer suspeita teria matado ao menos 30 pessoas no extremo sul baiano e em outras cidades do interior da Bahia. Trata-se do suposto matador de aluguel José Roberto Dias dos Santos, o “Zé de Canavieiras”, de 29 anos, com passagens pelas delegacias de Teixeira de Freitas, onde matou três internos, em 2007, Canavieiras, por assalto e tráfico de drogas, Serrinha e Salvador em regime disciplinar diferenciado.

O homem foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em uma das barreiras policiais na altura do km 548 no município de São José da Vitória, no último dia 4. Na abordagem foi encontrado um revólver calibre 38, municiado com seis balas e outras 31 munições apreendidas dentro de uma sacola.

Segundo o patrulheiro Julio, “Zé Canavieiras” apresentou durante a abordagem uma certidão de nascimento informando o nome errado (Marivaldo Candido), mas ao chegar à delegacia chefiada pela delegada Maria Lúcia Pereira foi descoberto a verdadeira e identidade do preso e o motivo pelo qual ele negou quem é de verdade: Foragido da Penitenciaria Lafaiete Coutinho.

Crimes

De acordo com o delegado regional Moisés Damasceno, após a transferência do foragido de São José da Vitória para Itabuna por questão de segurança foram verificados nove processos em nome de Zé de Canavieiras. “Encontramos processo por assassinatos, tráfico de drogas, roubo e fuga de um presídio”, informa.

Damasceno ainda revelou em entrevista ao Diário Bahia que, informações chegaram ao conhecimento do serviço de inteligência da polícia que haveria um resgate do preso. “Montamos campana durante toda a noite para frustrar o resgate dele, mas os bandidos não apareceram”, explica.

Acusado afirma ter perdido a conta

José Dias em entrevista admitiu os crimes e foi mais longe afirmando que perdeu as contas de quantas pessoas já matou. “Rapaz só contando não me lembro, só lhe digo que comecei cedo”, revela.

O entrevistado argumenta matar apenas bandidos e nunca teria executado pai de família. “Só mato descarado, cabueta (Alcaguete) e estuprador, gente de bem jamais”, argumenta.

Segundo ele, os três homens mortos dentro da cadeia de Teixeira de Freitas seriam estupradores, por isso os crimes. O preso ainda informa que após o triplo assassinato ele foi transferido para Serrinha e depois Salvador.

Quando questionamos o motivo pelo qual lhe chamam de “matador de aluguel” ele rir e alegar ser uma armação contra ele. “Tenho que rir de tudo isso, quem que eu morra na cadeia”, dispara.

“Zé de Canavieiras” deve ser encaminhado para o Conjunto Penal, mesmo sendo de outra comarca, pois é considerado pela polícia um bandido de alta periculosidade.

rep. radar.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito