i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Governador determina ampliação de blitz a partir desta semana


Um maior policiamento envolvendo as polícias militar e civil estará nas ruas de Salvador e nas principais cidades do interior baiano a partir desta semana, com o objetivo de intensificar as blitze em veículos e ônibus. A determinação foi anunciada nesta segunda-feira (31) pelo governador Rui Costa.



Rui pediu a compreensão da população para os transtornos que as blitze possam causar à fluidez no trânsito, mas afirmou que a intensificação da fiscalização nas ruas será necessária para coibir a violência e o uso de arma de fogo. 
E a Polícia Militar da Bahia vai aumentar em 50% o número de blitze realizadas em todo estado. 

O anúncio foi feito pelo comandante geral da PMBA, coronel Anselmo Brandão, com o objetivo de reduzir o número de roubo de veículos e apreender armas de fogo, reduzindo consequentemente os crimes contra a vida. “Atualmente, as unidades operacionais da PM fazem mensalmente 8.700 blitze em todo o estado e, com este aumento, passaremos a fazer mais de 13 mil, ampliando as ações preventivas em 50% na produtividade”, destacou o coronel Anselmo. 

Além das abordagens, o Comando de Operações da Polícia Militar (COPPM) realiza cinco operações estratégicas simultaneamente em todo estado com o objetivo de ampliar a ostensividade, coibir roubo de terminais de autoatendimento, reduzir os crimes contra a vida e contra o patrimônio, e reduzir roubos de veículos. 

Abordagens

Nesta segunda-feira (31), o Comando de Operações Policiais Militares (COPPM) iniciou uma operação com abordagens em diversos pontos da capital baiana, fechando os principais corredores de tráfego e as principais vias de acesso à cidade (entrada e saída), além de reforçar as ações ostensivas nos horários e locais com maior incidência criminal.  


A PM seleciona pontos estratégicos que têm servido como rota de fuga para criminosos envolvidos em saidinhas bancárias e quadrilhas especializadas em assalto a banco, além de reprimir roubos a ônibus coletivos. Durante as abordagens, os policiais verificam também a documentação e condições de trafegabilidade dos veículos, bem como a validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) dos motoristas. 

No primeiro semestre deste ano, a PMBA abordou 1.046.840 carros, 2.426.371 pessoas, apreendeu 1.663 armas de fogo, recuperou 2.509 veículos, conduziu 16.314 pessoas às delegacias, abordou 18.056 taxis e 17.460 coletivos, e registrou 3.103 ocorrências com drogas.

“É melhor o transtorno passageiro, de ter o carro revistado, e ter o ônibus revistado, do que ter a dor de perder um ente querido”, afirmou o comando.


0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito