i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




SAS e Creas comemoram 10 de trabalho Socioeducativo com adolescentes


O Creas medidas socioeducativa comemorou neste dia 10 de setembro, dez anos de trabalho com adolescentes autores de atos infracionais, este dia foi celebrado com uma solenidade, que ocorreu na Sede do Creas Medidas, localizado no bairro Lomanto Junior, reunindo os adolescentes referenciados, seus familiares, equipe da SAS (Secretária de Assistência Social) de Itabuna, convidados e colaboradores.
O evento que foi marcado com apresentação da história do projeto no município, enfatizando a importância de sua existência para sociedade, sua ações no decorrer destes 10 anos e objetivos.



O projeto que é voltado para adolescentes infratores foi implementado na região através da fundação reconto em parceria com a FUNDAC (Fundação da Criança e do Adolescente), cujo objetivo é executar na região as medidas socioeducativa em meio aberto- LA e Prestação de Serviço a Comunidade- PSC, com uma metodologia de resgate da dignidade humana ancorada na pedagogia da presença do pedagogo Antônio Carlos Gomes da Costa, um dos principais colaboradores e defensores do (ECA) Estatuto da Criança e do Adolescente.


 Em 2008 o município assumiu o atendimento ao adolescente autor de ato infracional como rege o art. 87/88 do ECA, tendo o Creas como órgão responsável para executar as medidas.
Segundo a Coordenadora do Programa Creas Medidas Socioeducativa, Rosana Bandeira, cerca 1000 jovens e suas respectivas famílias foram acompanhados pelo programa desde então e ressalta o pioneirismo na execução de medidas socioeducativas na região.
“Foram dez anos refazendo contos de adolescente, inserindo no sistema de garantias de direito e tornando-os cidadãos úteis e participativos em nossa comunidade.” Conclui a Coordenadora

.
Itabuna é a única cidade do interior da Bahia a executar as médias em um espaço próprio e adequado, oferecendo uma intervenção atreves de uma equipe técnica e oficinas com uma metodologia de resgate de valores universais na vida dos jovens e suas famílias.
O evento contou com a presença do Juiz da Vara da Infância e Juventude Dr. Marcos Bandeira, que ressaltou a relevância social do projeto uma vez que este é uma implementação de políticas públicas que combate a violência trabalhando na prevenção, com adolescentes em situação de vulnerabilidade evitando que o mesmo ingresse no sistema penal.
“E um trabalho de muitas mãos, composto por uma equipe interdisciplinar, com parceria com a Vara da Infância, Ministério Publico, Defensoria Pública, gerando resultados excelentes”.
Ainda segundo Bandeira, nos últimos levantamentos, o índice de evasão e reincidência não ultrapassa 10% e muitos jovens que foram assistidos estão fora do ciclo de marginalidade. “Estes jovem foram inseridos no sistema de garantia de direito e hoje estudam, trabalham, constituíram famílias e não voltaram mais para o mundo do crime e isso é um ganho muito para a sociedade”. Conclui
O Pastor Francisco Edes, Secretário de Assistência Social de Itabuna, lembrou que todos têm responsabilidades sociais e o quanto é importante que a sociedade de Itabuna conheça e abrace o projeto. O titular da SAS acrescentou ainda: “Buscamos realizar um trabalho de política de caráter assistencial, que visa resgatar, educar e não simplesmente reprimir estes jovens por seus atos infracionais”.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito