i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Itabuna- Audiência Pública discute sobre a Zona Azul. (2ª Parte C/ Vídeos)

Só aqui você vê as sessões na íntegra em vídeos de boa qualidade e sem edição.

Continua tramitando na Câmara de Vereadores, por meio das Comissões Técnicas, o projeto, de autoria do Poder Executivo, que dispõe sobre a legalização do Sistema de Estacionamento Rotativo, mais conhecido como Zona Azul. Para ampliar as discussões, a Câmara realizou, nessa quinta-feira, 12, uma Audiência Pública requerida pelo vereador Glebão (PV), relator da matéria.
VEJA OS VÍDEOS
1º VÍDEO da 2ª Parte

Carlito e a Dra. Laura



2º VÍDEO da 2ª Parte

Manoel Jr. e a Dra. Laura


3º VÍDEO da 2ª Parte

Ver. Jairo




4º VÍDEO da 2ª Parte

Ver. Nadson



5º VÍDEO da 2ª Parte

Ver. Antonio Cavalcante





Na ocasião, os parlamentares discutiram o modelo adotado pela Zona Azul, que tem a empresa catarinense Dom Parking como atual concessionária. “Hoje, ouvimos a população e os vereadores e, agora, vamos fazer as análises, recorrer ao jurídico e abrir o prazo de uma semana para os vereadores apresentar as suas emendas”, disse Glebão sobre a celeridade e o empenho que o Poder Legislativo está tendo com relação às análises referentes ao projeto.
Durante a audiência, além da preocupação com relação à legalização do sistema, os vereadores discutiram questões como as áreas de cobertura da Zona Azul, a utilização do sistema, a aplicação de multas e as regras de fiscalização. 
Para a advogada da Dom Parking, Laura Lima, a Audiência foi esclarecedora. “Gostei muito e foi uma honra ter participado. Acredito que essas discussões devem acontecer com todas as empresas que trabalham com órgãos públicos. Aqui, podemos esclarecer alguns problemas e dizer que a nossa intenção não é apenas explorar o sistema economicamente, mas também gerar renda e emprego”, certificou a advogada. Segundo ela, a Dom Parking gera 100 empregos diretos e, desde o mês de maio, repassa 11% dos recursos para as instituições filantrópicas.
Representantes da Secretaria Municipal de Trânsito e da Procuradoria-Geral foram convidados a participar das discussões, mas não compareceram ao evento. Segundo Glebão, eles serão convocados para outra Audiência Pública. Entre os presentes, estava o representante da Associação dos Trabalhadores do Comércio Informal de Itabuna (ATACI), Márcio Higino.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito